Uma longa reunião nesta segunda-feira entre Odebrecht e Serpal debateu assuntos relacionados à futura arena corintiana em Itaquera. Entre os pontos principais do encontro, estava a discussão sobre como serão dadas as garantias da obra para o financiamento do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e como os dados serão apresentados à Fifa.

A Serpal realizou um orçamento de R$ 650 milhões para construir o estádio cotado para a abertura do Mundial. Já na última estimativa da Odebrecht, a arena custaria R$ 1,064 bilhão. O Corinthians precisa entregar a engenharia financeira da obra à Fifa no início de julho para que o estádio possa sediar jogos da Copa.

Autor(es): Folha Online

facebook      twitter      google+

Construção Civil
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Construção Civil