A petroquímica brasileira Braskem planeja investir US$ 4 bilhões no México e nos Estados Unidos até 2015 na ampliação de sua capacidade de produção de resinas termoplásticas, informou nesta terça-feira o jornal "Valor Econômico".

Luiz de Mendonça, executivo responsável pelos projetos internacionais da empresa, confirmou os projetos, mas não quis comentar os números da operação, que foram indicadas por outras fontes citadas pela publicação especializada em economia.

O jornal afirma que o aporte no México será de US$ 2,5 bilhões, em sociedade com o grupo asteca Idesa, e será destinado à construção de três fábricas que, em conjunto, terão capacidade de produzir 1 milhão de toneladas anuais de etileno e polietileno.

Já nos Estados Unidos, a quantia de US$ 1,5 bilhão, seria para ampliar três plantas industriais já em operação e que produzem 1 milhão de toneladas de polipropileno ao ano. Pelos cálculos do jornal, os investimentos garantiriam a Braskem, considerada atualmente a oitava petroquímica do mundo, um lugar entre as cinco maiores empresas do ramo.

A Braskem já é a maior produtora de resinas termoplásticas da América Latina e possui 31 plantas industriais distribuídas entre o Brasil e os Estados Unidos, nas quais produz mais de 15 milhões de toneladas de produtos petroquímicos ao ano.

Autor(es): Portal IG

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas