A Petrobras resolveu, a seu exclusivo critério, aplicar novo desconto nos contratos de gás natural com reajuste em 1º de agosto de 2011 de modo a manter a atual competitividade energética no mercado. O desconto de 9,7%, realizado em 1° de maio, foi ampliado para 14,3%, referente à integralidade da variação dos indexadores de reajuste trimestral (cesta de óleos combustíveis internacionais).

A Companhia ressalta que os reajustes trimestrais estão previstos nos contratos com as distribuidoras e o preço do gás natural nacional firme será reajustado para, na média, R$ 0,80/m³, a partir de 1° de agosto. Com o desconto de 14,3%, o preço a ser pago pelas distribuidoras será reduzido para R$ 0,69/m³, em média.

A decisão levou em conta o cenário recente de evolução dos preços dos energéticos e suas conseqüências sobre os valores estipulados nos contratos de gás natural de origem nacional. O desconto não constitui mudança nas fórmulas de precificação dos contratos de gás ou novo acordo, mantendo-se, portanto, inalterados todos os instrumentos contratuais vigentes.

Adicionalmente, permanecem as vendas de gás natural de curto-prazo nos leilões e pregões eletrônicos. O próximo leilão de gás já teve seu edital publicado e será realizado em 25/7/2011 para fornecimento no período de agosto a novembro. Através destes certames as distribuidoras vem, desde 2009, adquirindo volumes de gás da Petrobras com deságio entre 41% e 58% em relação ao preço dos contratos de longo-prazo de gás nacional.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás