O Indicador de Nível de Atividade (INA) da indústria paulista registrou leve queda de 0,1% em junho sobre maio, na série com ajuste sazonal. Sem o ajuste, o índice recuou 0,9% na comparação com o mês anterior.

No acumulado de 12 meses, o nível de atividade da indústria sem ajuste sazonal foi de 4,3%. De janeiro a junho de 2011, o índice acumula variação positiva de 3,4% em relação ao mesmo período de 2010 sem ajuste sazonal.

Os números foram divulgados na manhã desta quinta-feira (28) pela Federação e o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp).

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) registrou leve declínio na séria livre de influência sazonal, de 83,8% em maio para 83,2% em junho. Na comparação com junho do ano passado, o componente se manteve estável.

Dos setores avaliados pela pesquisa, destacam-se as perdas em:

- Produtos químicos, petroquímicos e farmacêuticos, com queda de 2% sobre maio, em termos ajustados;

- Máquinas e equipamentos, com declínio de 0,8% em junho na comparação com o mês anterior;

- Veículos Automotores, com variação negativa de 3,7% na leitura mensal.

Expectativa

A percepção dos empresários com relação ao cenário econômico no mês corrente, medida pelo Sensor Fiesp, subiu mais de um ponto em julho e ficou em 50,6.

A apuração deste mês registrou melhora nos componentes de mercado (51,7) e vendas (52,1). Os itens investimento e emprego recuaram para 50,6 e 50,8 respectivamente. O estoque apontou 49,7 pontos versus 47,8 no mês anterior, sugerindo uma acomodação da produção.

Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia