O tema abrirá os trabalhos do 2º dia da 17ª Semana de Tecnologia Metroferroviária, que teve início na terça-feira (13/09) e se estende até sexta-feira (16/09), no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo(SP). O fórum, com o tema principal “O Futuro está nos trilhos – Os caminhos para o desenvolvimento” reunirá profissionais, empresários, representantes de instituições públicas, dos governos federal, estadual e municipal, sociedade e imprensa para debater o transporte público nas cidades brasileiras.

Programado para o horário das 10h00, o painel abordará as premissas do planejamento de novas linhas metroferroviárias: as linhas de monotrilhos que já estão em implantação, destacando o pioneirismo do Metrô de SP nesta nova tecnologia de transporte e as várias etapas de desenvolvimento que estão em andamento; as estratégias das empresas contratadas para o prolongamento da Linha 2 Verde e 17 Ouro, Bombardier Scomi; os detalhes sobre o planejamento, a capacitação dos profissionais, a fabricação e montagem do material rodante no País e o interesse de trazer para o Brasil um sistema de média capacidade inovador para permitir a absorção desta tecnologia.

Durante as apresentações os participantes da mesa: Epaminondas Duarte Júnior, assessor Técnico de Planejamento do Metrô-SP; Paulo Sérgio Amalfi Meca, gerente do Empreendimento Linha-2 Monotrilho do Metrô-SP; José Ricardo Valladão, diretor do consórcio MPE/SCOMI; Eduardo Saccaro, diretor Comercial da Bombardier Transport e Marcos Kassab, assistente da Diretoria de Planejamento do Metrô-SP.

11h30 – Painel 2 – A contribuição do transporte para a melhoria do clima e da saúde. Participam: Paulo Saldiva, professor da Faculdade de Medicina da USP; Bruno Covas, secretário do Meio Ambiente do Estado de São Paulo-SMA e o vereador, Gilberto Natalini, Câmara Municipal de São Paulo. A grande quantidade de emissão de gases na atmosfera tem sido discutida mundialmente, em razão das mudanças climáticas e de seus efeitos ao meio ambiente e à saúde humana. Metas para sua redução foram estabelecidas pelos governos. Como exemplo, o setor de transportes no Estado de São Paulo contribui com cerca de 50% das emissões. Neste painel serão discutidas ações efetivas e urgentes para este compromisso, focando novas tecnologias, fontes de energia e seus aprimoramentos, bem como planejamento e gestão. Também serão apresentados estudos que mostram evidências de co-benefícios para a saúde humana que podem ocorrer com a implementação de políticas de redução das emissões de gases na atmosfera.

14h30 – Painel 3 – Planejamento integrado para a mobilidade urbana. Participam: Cléver Ubiratan Teixeira de Almeida, presidente do Inst. de Pesq. e Planej. Urbano de Curitiba – IPPUC; Oscar José Gameiro Silveira Campos, secretário de Transportes e Vias Públicas de S. B. do Campo; Joaquim Lopes da Silva Júnior, diretor- presidente da Empresa Metrop. de Transportes Urbanos – EMTU/SP, tendo como moderador : Ailton Brasiliense Pires, presidente da Assoc. Nac. de Transportes Públicos – ANTP. Discutir a urgente necessidade do planejamento urbano no desenvolvimento das cidades. O crescimento nas regiões periféricas em busca de moradia é cada vez maior e tem repercutido diretamente no aumento da utilização do transporte público e particular. Esse crescimento só será benéfico, se for acompanhado pela implantação de políticas públicas abrangentes, que considerem também os modos de transporte mais adequados a cada situação, sejam eles trem, metrô, monotrilho, ônibus ou qualquer outro, desde que operem de forma integrada e complementar.

16h30 – Painel 4 – Externalidades no transporte metroferroviário de passageiros – Estudo AEAMESP. Participam da mesa: Eduardo Alcântara Vasconcellos, Consultor; Alberto Epifani, gerente de Planejamento e Integração de Transportes do Metrô-SP; Antônio Carlos de Moraes, presidente da Comissão de Economia da ANTP e Joubert Fortes Flores Filho, presidente da Comissão Metroferroviária da ANTP. O painel tem como objetivo apresentar a conceituação e as formas de estimar as externalidades do transporte público de passageiros sobre trilhos para possibilitar a sua divulgação à sociedade de maneira didática e propor etapas para o avanço desse tema, por meio de iniciativas e estudos futuros.

METROFERR 2011

A mostra que acontece em paralelo a 17ª Semana de Tecnologia Metroferroviária tem como expositores as seguintes empresas: Aeamesp, Alstom Brasil, Altus, Arcelor Mitral; BNDES, Bombardier, Caf, Crea-SP, IEME Brasil, Inter-Metrô, Metrô-SP, MPE/Scomi, Revista Ferrovia, Revista Ferroviária, Revista Transporte Moderno, Siemens e Via Quatro.

O evento conta com o patrocínio das empresas: Alstom Brasil, BNDES, Invencys Rail e Siemens.


A 17ª Semana de Tecnologia Metroferroviária conta com o apoio da Abifer, Antf, Anp-Trilhos, Metrô-SP, CPTM, EMTU, STM, Gov. de São Paulo, Acesp, Aesabesp, Aleasp, ANTP, Crea-SP, Revista Ferrovia, Revista Ferroviária, IE, Metrô de Fortaleza, SP Convention & Visitors, Seam, SEEP, Simefre, VDI e Aeefs.

Após os painéis, os palestrantes atenderão a Imprensa na Sala VIP

Serviço:

O Quê: 17ª Semana de Tecnologia Metroferroviária e Metroferr 2011

Data: 13 a 16 de setembro de 2011

Local: Centro de Convenções do Shopping Frei Caneca

Endereço: Rua Frei Caneca, 596 - São Paulo - SP

Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Feiras & Eventos
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Feiras & Eventos