O evento será palco de debates sobre o desenvolvimento sustentável da Baixada Santista a partir das atividades da extração de petróleo e gás na Bacia de Santos. As discussões abordarão as políticas de inovação do Estado de São Paulo e do Governo Federal e, em especial, a implantação do Parque Tecnológico de Santos.

Em tempos de intensa concorrência interna e externa, a pesquisa tecnológica a serviço da indústria assume papel de diferencial competitivo. Dessa forma, a interação entre as universidades, centros de pesquisa e as empresas deve ser capitaneada por políticas públicas e por investimentos privados.

Para fomentar essa discussão na região da Baixada Santista e abrir precedentes que podem servir de exemplo para o restante do País – acontece a sétima edição do GÁS NA ECONOMIA 2011 - Fórum de Ciência e Tecnologia, Pesquisa e Inovação / Parque Tecnológico de Santos, no Mendes Convention Center, em Santos-SP.

O evento promoverá os principais temas relacionados à tecnologia para o desenvolvimento regional sustentável a partir das atividades da extração de petróleo e gás na Bacia de Santos. Os debates abordam as políticas de inovação do Estado de São Paulo e do Governo Federal e, em especial, a implantação do Parque Tecnológico de Santos.

No cenário mundial contemporâneo inovação é instrumento fundamental para o crescimento econômico e social, a geração de emprego e renda e a democratização de oportunidades”, afirma o secretário Nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Ronaldo Mota, que participa do evento abordando a questão da promoção da inovação no Brasil.

Já para a Secretária de Finanças da Prefeitura de Santos, Mirian Cajazeira, a iniciativa do fórum é “importantíssima na proposição de soluções capazes de incrementar a economia local com empregos de qualidade possibilitando aos jovens egressos dos cursos de qualificação tecnológica empregos na região, pois é perceptível a dificuldade em reter talentos por falta de oportunidade neste tipo de atividade”.

Parque Tecnológico - Um dos painéis dedicados ao Parque durante o GÁS NA ECONOMIA aborda como gerar incentivos e atrair empresas inovadoras para o complexo. Estratégico, o Parque Tecnológico propiciará à região pesquisa de ponta, não só para as áreas de petróleo, gás natural e energias renováveis, mas também para outros setores econômicos em potencial: porto, desenvolvimento urbano e tecnologia da informação/comunicações.

Entre os palestrantes, o secretário de Desenvolvimento e Assuntos Estratégicos da Prefeitura de Santos, Márcio Lara, faz apresentação sobre As Políticas de Inovação no Estado de São Paulo e o Parque Tecnológico de Santos. “Conhecer as reais necessidades das empresas e criar um canal permanente com as universidades e os pesquisadores significa transformar problemas em solução, criando oportunidades e fixando a riqueza criada na região”, diz Lara, que acrescenta: “A inovação é um novo campo de atividades econômicas que mobilizou as comunidades empresarial e acadêmica para juntos fundarmos este Parque Tecnológico, modelo de inovação em todo o País”.

Outro participante do Fórum, o diretor-presidente do Instituto de Pesquisas Tecnológicas, João Fernando Gomes de Oliveira, considera que o um parque tecnológico tem como objetivo criar um ambiente sinérgico para a inovação. “A Baixada Santista pode se beneficiar muito desse modelo, tendo em vista os desafios da inovação tecnológica na cadeia do Pré-Sal”. Oliveira participa do Gás na Economia com o objetivo apresentar a visão do Instituto sobre a carência de recursos para o scale-up tecnológico e as atuais iniciativas estaduais e federais de apoio ao assunto.

Petróleo e Gás - “As áreas técnico-científicas, como petróleo e gás, e as que incorporam um alto valor agregado de conhecimento, exemplo das áreas de saúde e as biológicas, são as mais demandantes de pesquisa e desenvolvimento”. Esta é a opinião do pró-reitor de Pesquisas e Pós-Graduação da PUC-RS, Jorge Luis Nicolas Audy, que falará sobre o assunto no Fórum. “O desalinhamento histórico entre educação e desenvolvimento no nosso país demanda uma nova visão e políticas públicas para equacionar os desafios que temos no sentido de transformar a educação brasileira, básica e superior, na base para o desenvolvimento econômico e social de nossa sociedade”, alerta.

O evento traz ainda o painel “Desafios em Inovação Para o Pré-Sal”, no qual irá se discutir formas de fortalecer a Pesquisa Aplicada nas Universidades do Parque e alternativas para se dar mais incentivo às empresas formadas nas Universidades e Incubadoras da região.

Para alcançar todas as propostas elencadas, esta edição de 2011 do GÁS NA ECONOMIA será uma iniciativa conjunta do Sistema A Tribuna de Comunicação e da Associação Comercial de Santos. Contará com o apoio da Prefeitura de Santos e da Caixa Econômica Federal, além do apoio institucional do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e patrocínio da Petrobras.

No evento estarão presentes autoridades federais, estaduais e municipais, empresários, profissionais, especialistas, técnicos e empresários da cadeia de petróleo e gás, fornecedores de produtos e serviços, dirigentes de entidades públicas e do terceiro setor. São esperados mais 300 profissionais.


Serviço:

GÁS NA ECONOMIA 2011
Fórum de Ciência e Tecnologia, Pesquisa e Inovação / Parque Tecnológico de Santos
20 de setembro / das 8h30 às 20 horas
Mendes Convention Center – Santos – SP (Av. Francisco Glicério, 206 – Gonzaga)
www.unaeventos.com.br/gasnaeconomia/2011

Iniciativa: Sistema A Tribuna de Comunicação e Associação Comercial de Santos
Apoio: Prefeitura de Santos e Caixa Econômica Federal
Apoio Institucional: Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação
Patrocínio: Petrobrás
Realização: Una Marketing de Eventos

Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás