Em cerimônia de gala, o presidente da Petrobras, Sergio Gabrielli de Azevedo, recebeu ontem (10) o prêmio de Executivo de Petróleo do Ano de 2011 pela Energy Intelligence - provedor independente de informações e análises para o setor de energia mundial há mais de 60 anos. O evento aconteceu durante a 32ª conferência anual Oil&Money.

Em seu discurso, Gabrielli agradeceu a indicação, feita pelos líderes das cem maiores companhias de petróleo do mundo. “Eu devo destacar que esse prêmio representa o resultado de um longo e aplicado trabalho, que vem sendo feito de forma bem sucedida por um grande número de competentes, aplicados e corajosos trabalhadores”, declarou.

Segundo os empresários consultados, o presidente da Petrobras foi o executivo que deu as maiores contribuições à indústria internacional de petróleo, nos setores público e privado em 2010.

A Energy Intelligenceressaltou que sob a gestão do presidente Gabrielli, a Petrobras realizou as descobertas que devem mais que dobrar as reservas e a produção da empresa, além de ter se posicionado como líder em tecnologia para exploração e produção em águas profundas.

Para José Sergio Gabrielli, três grandes realizações marcaram o êxito da gestão da Petrobras neste último ano: o início da operação do Sistema Piloto de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos; a captação de R$ 120,2 bilhões pela maior oferta pública de ações já realizada no mundo; e a assinatura do Contrato de Cessão Onerosa, que garantiu à companhia o direito de produzir cinco bilhões de barris de petróleo em áreas não licitadas do pré-sal. “O pré-sal já é uma realidade e nossa experiência mostra que a produtividade destes poços ultrapassa amplamente a das áreas do pós-sal”, afirmou.

Autor(es): Agência Petrobras

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás