Programa de Engenheiros 2012 ALL LogísticaAliar conhecimento prático e teórico, cursar uma pós-graduação específica e reconhecida pelo MEC e ser contratado pela maior empresa de logística da América Latina. Esses são os principais atrativos para o Programa de Engenheiros 2012 da ALL – América Latina Logística, que tem inscrições abertas até amanhã, dia 28 de outubro. Interessados devem se inscrever pelo site ALL Engenheiros

O programa é aberto para engenheiros de qualquer área que se formaram entre dezembro de 2009 e dezembro de 2011. Realizado desde 2005 para suprir a falta de mão de obra especializada no setor ferroviário, o Programa de Engenheiros da ALL oferece uma grande oportunidade de capacitação exclusiva, aliada à perspectiva de crescimento rápido na ALL – hoje, 13% dos engenheiros que entraram pelo Programa ocupam cargo de gerência e outros 72% são coordenadores. Por ano, a companhia recebe cerca de 10 mil inscritos.

Além de contratados pela ALL, os selecionados fazem uma pós-graduação em Engenharia Ferroviária na Universidade Corporativa da ALL. O curso, com duração de 12 meses, tem reconhecimento do MEC e é realizado em parceria com o Cepefer – Centro de Pesquisa e Estudos Ferroviários e a Universidade Positivo. Durante o curso, são repassados aos engenheiros ALL diversos assuntos ligados ao transporte ferroviário, com aulas que abordam conhecimentos como manutenção de equipamentos, mecânica de operações ferroviárias, prevenção de descarrilamentos e pavimento ferroviário.

Área em crescimento

O engenheiro Leonardo Felisardo ingressou na ALL em janeiro de 2009, após trabalhar como estagiário em uma construtora de Uberlândia (MG). Ao saber do processo seletivo para o Programa de Engenheiros da ALL, fez a inscrição e participou do curso corporativo. “Era uma ótima chance, uma área cheia de oportunidades, em franco crescimento. Por ser em uma empresa de referência na área, percebi a oportunidade de crescimento na carreira”, diz Felizardo.

Depois de concluir a pós-graduação, Leonardo foi coordenador de produção e hoje, aos 28 anos, é Gerente da Unidade de Produção Bauru. “Além do curso de pós-graduação em Engenharia Ferroviária e Logística que a concessionária oferece, uma oportunidade única, o trabalho também é diferenciado. Os desafios diários tornam o profissional muito mais preparado para atuar em diversas situações”, afirma.

Perfil ALL


Maior empresa de logística da América Latina e companhia ferroviária do Brasil que mais cresce, a ALL – América Latina Logística possui uma malha de 21.300 mil quilômetros de extensão, que abrange os estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, no Brasil, e nas regiões de Paso de los Libres, Buenos Aires e Mendoza, na Argentina. Opera uma frota de 1.095 locomotivas, 31.650 mil vagões e conta com unidades localizadas em pontos estratégicos para embarque e desembarque de carga.

Fundada em 1997, com a concessão da Rede Ferroviária Federal (RFFSA), para atuar na malha sul do país, vem ampliando sua atuação em um histórico sem precedentes de expansão e aquisições no setor de logística brasileiro. Em 1999, adquiriu as ferrovias argentinas MESO e Central. Com a incorporação da Brasil Ferrovias em 2006, incluiu em suas operações o acesso ao Porto de Santos passando a atuar nos maiores corredores de exportação de commodities e nas mais importantes regiões industriais do país.

Desde a privatização das ferrovias, a ALL investiu mais de R$ 6,7 bilhões. Além desses recursos, a empresa está investindo cerca de R$ 700 milhões no Projeto Expansão Malha Norte, que prevê a construção do trecho ferroviário ligando Alto Araguaia a Rondonópolis, ampliando em 260 quilômetros a extensão da malha ferroviária. A previsão é que a etapa final até Rondonópolis seja inaugurada em 2012.

Em dezembro de 2010 a ALL anunciou a criação da Brado Logística, em sociedade com a Standard Logística, para o transporte de contêineres. A ALL tem uma participação de 80% no capital social da Brado e os acionistas da Standard 20%. Em julho de 2011, a ALL anunciou a criação da Ritmo Logística, uma nova empresa no segmento de transporte rodoviário. Neste projeto, a unidade ALL Serviços Rodoviários foi segregada, fundindo-se com a Ouro Verde Logística. Esta companhia tem foco específico em serviços rodoviários. A ALL tem 65% da nova empresa e a Ouro Verde 35%.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Carreira Industrial
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Carreira Industrial