Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Europa faz reunião para tentar conter crise

Uma das soluções estudadas é oferecer títulos públicos dos países europeus a nações emergentes, como Brasil e China

Mais notícias relacionadas a economia:

Definição de otimização restrita
Na microeconomia de uma empresa, conceito de otimização é usado para maximizar a produção e ...


O que é capital de risco verde
Junto com a ênfase na natureza ecológica da operação comercial, empresas que buscam capital de ...


Definição de valor contábil
Dois dos principais fatores que entram no cálculo do valor escrito, ou contábil, são depreciação ...


crise do euroA União Europeia voltou a considerar, durante a cúpula de governantes que está sendo realizada em Bruxelas, nesta quarta-feira, recorrer à ajuda dos países emergentes para conter a crise da economia na Europa.

Uma das opções estudadas nesta quarta-feira pelos governantes da zona do euro para reforçar o Fundo Europeu de Estabilização Financeira (FEEF) é criar um mecanismo especial de investimento, em parceria com o FMI, para atrair investidores estrangeiros privados e públicos.

Dessa maneira, Brasil, China e outras economias emergentes poderiam comprar títulos públicos dos países europeus com problemas, tanto nos mercados primários como secundários. O FEEF ofereceria garantias contra uma parte das perdas no caso de quebra do país em questão.

A ideia poderá ser aprovada pelos governantes da zona do euro durante uma cúpula de emergência que celebram nesta quarta-feira em Bruxelas. Esta é quarta reunião de alto nível organizada pela UE em menos de uma semana na tentativa de solucionar a crise e evitar que contagie a Itália, a terceira maior economia europeia

Vantagens

Não está claro o que se ofereceria como vantagens aos novos investidores. Um funcionário europeu explicou à BBC Brasil que ao contribuir com o fundo de resgate europeu, o Brasil teria um forte argumento para exigir um papel mais importante para os países emergentes no FMI.

No entanto, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, já afirmou que o país não tem interesse em comprar títulos europeus. Por outro lado, a China teria se mostrado a favor de contribuir, com a condição de ser reconhecida como economia de mercado.

O assunto deverá fazer parte da agenda de uma viagem que o diretor do FEEF, Klaus Regling, realizará ao país na sexta-feira.

Cúpula decisiva

Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia iniciaram nesta quarta-feira um cúpula considerada decisiva para resolver a crise do euro, embora já tenham admitido que há vários temas pendentes que dificultam um acordo.

"A cúpula de hoje certamente é importante, ainda temos que resolver uma série de problemas; o trabalho ainda não está feito, mas acho que todos viajam para Bruxelas com o objetivo de fazer grandes avanços", declarou a chanceler alemã, Angela Merkel.

Por enquanto, os líderes chegaram à sede do Conselho Europeu com um acordo para a recapitalização dos bancos europeus, dos quais exigirão um capital básico de 9% e aos quais darão o prazo de 30 junho de 2012 para reunir os fundos necessários, segundo uma minuta à qual teve acesso a Agência de Notícias EFE.

Essa segunda cúpula deve resolver, em princípio, vários assuntos pendentes, principalmente a revisão do segundo resgate grego e a participação nele do setor privado, assim como a ampliação da capacidade do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF).

"Provavelmente não poderemos definir os últimos detalhes de todas as questões, mas a direção conjunta deve ser esclarecida", comentou o primeiro-ministro luxemburguês e presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker. Tamanha é a incerteza que em Bruxelas circulam rumores sobre a possibilidade da convocação de uma nova cúpula nos próximos dias, algo que nenhuma fonte oficial confirmou.

(com informações da EFE)

BBC Brasil

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a economia:

Governo incentiva indústria farmacêutica

Foi lançado na última quinta-feira (11/4) um pacote de medidas com o objetivo de impulsionar a indústria brasileira no setor de saúde. A iniciativa do Governo ...
O que é liquidação na economia

Liquidação é o processo de tomada de ativos reais de um negócio para transformá-los em dinheiro, seja para pagar dívidas ou para obter um lucro pessoal. A ...
Definição de Integração Econômica

A integração econômica é um processo em que as barreiras ao comércio são reduzidas ou eliminadas para facilitar o comércio entre as regiões ou na ...
O que é colapso econômico

Um colapso econômico é uma situação em que a economia local, regional ou nacional passa por uma crise dramática, que afeta negativamente a capacidade das pessoas que vivem ...
O que é Mercantilismo

Mercantilismo é uma das maiores teorias econômicas que diz que a riqueza de uma nação pode ser medida pelo seu pronto fornecimento de capital. O mercantilismo afirma que a ...
O que é democracia econômica

Democracia econômica é uma filosofia de socioeconomia. Socioeconomia é o estudo e a exploração da economia quando vista no contexto de valores sociais humanos, comportamentos e interações. Dentro deste ...
JPMorgan nomeia novo presidente global de mercado de capitais

JPMorgan Chase & Co. (JPM), o maior banco dos EUA em ativos, continuou insuflando a gestão em seu banco corporativo e de investimentos, nomeando Kevin Willsey como o novo presidente ...

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google