A parceria entre a francesa Technip e a brasileira Odebrecht venceu um contrato de US$ 1 bilhão da Petrobras pelo frete e operação de dois navios de instalação de tubulações por cinco anos. O contrato, que tem a opção de cinco anos adicionais, cobre a ligação de poços submarinos na costa brasileira que têm até 2,5 mil metros de profundidade, disseram Technip e Odebrecht em comunicado nesta sexta-feira.

Os navios estão sendo construídos na Coreia do Sul, onde a Odebrecht também está supervisionando a construção de unidades de perfuração. A fornecedora francesa de serviços e equipamentos para extração de petróleo Technip tinha dito em outubro que o preço do petróleo, embora abaixo do pico do segundo trimestre, continua alto o suficiente para garantir exploração e investimentos.

A Petrobras planeja aumentar a capacidade de produção de petróleo e gás em 23% até o fim de 2012, disse nesta semana o diretor financeiro Almir Barbassa. No entanto, a companhia, que planeja ser a maior petrolífera listada do mundo até 2020, enfrentará as atuais demoras para início de produção, atrasos, campos maduros e paradas não previstas que já prejudicaram no passado os esforços para aumentar a produção.

Autor(es): Redação Portal Terra

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás