A produção diária operada pela Petrobras (que inclui a parte de seus parceiros) na Bacia de Santos ultrapassou, em dezembro, a marca de 200 mil barris de óleo equivalente (petróleo e gás) por dia.

No dia 6 de dezembro - dois dias após a entrada em operação do poço RJS-686, ligado ao FPSO Cidade de Angra dos Reis - projeto Piloto de Lula -, a produção total operada pela Petrobras na Bacia de Santos alcançou 205,7 mil boe.

Nesse volume, estão incluídos 144,1 mil barris de óleo e condensado, além de 9,8 milhões de metros cúbicos de gás natural (que equivalem a uma produção de 61,6 mil barris de óleo equivalente).

Do total de gás natural, 8,5 milhões de metros cúbicos foram entregues na Unidade de Tratamento de Gás Monteiro Lobato - UTGCA, em Caraguatatuba-SP; e 1,3 milhão de metros cúbicos na Unidade de Gás Natural da Refinaria Presidente Bernardes - RPBC, em Cubatão-SP.

A produção do dia 6 de dezembro teve as seguintes fontes:

· 99,3 mil barris de óleo produzidos em reservatórios do pré-sal do Campo de Lula e da área de Carioca Nordeste;
· 44,8 mil barris de óleo e condensado produzidos em reservatórios pós-sal dos campos de Uruguá, Mexilhão, Lagosta, e áreas de Tiro e Sídon;
· 8,5 milhões de metros cúbicos de gás natural (53,4 mil boe) escoados para a UTGCA provenientes dos campos de Uruguá, Mexilhão e Lula sendo os dois primeiros no pós-sal e o último no pré-sal;
· 1,3 milhão de metros cúbicos de gás natural (8,2 mil boe) escoados para a RPBC produzidos no campo de Lagosta, também no pós-sal da Bacia de Santos.

Autor(es): Petrobras

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás