Brasil busca alternativas para fornecimento de etanolO Brasil lidera a produção e a exportação de açúcar, além de ser o segundo maior produtor mundial de etanol. Em 2012, com a notícia da queda das barreiras para a entrada do combustível nos EUA, o setor deve retomar o otimismo. Acredita-se que será preciso ter pelo menos 120 novas usinas no país até 2020 para aumentar a oferta de etanol, resultando em um investimento de R$ 156 bilhões, dos quais quase R$ 110 bilhões devem ser injetados nas áreas industriais do setor, conforme projeção da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA).

A cana-de-açúcar também passa a ser matéria-prima para novos produtos como o diesel renovável, biocombustível para a aviação e uma gama de novas aplicações para a alcoolquímica, com destaque para a indústria de plástico ‘verde’. Além disto, acelera-se a corrida para a produção de etanol de segunda geração (celulósico), o que cria um novo cenário para a cadeia produtiva sucroenergética.

-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

A previsão é de que esse cenário atraia investimentos estrangeiros e movimente a indústria sucroenergética nacional como um todo. As mudanças já estão sendo sentidas. Uma das provas de que o mercado está se preparando foi o anúncio da Anfavea de que houve aumento de 16,6% na venda de máquinas e equipamentos agrícolas em janeiro deste ano, em relação ao mesmo período de 2011, sendo que deste total, 43,6% são atribuídos a venda de colheitadeiras.

Setor mostra otimismo com o potencial da cana-de-açúcar como matéria-prima para novos produtos

             Setor sucroalcooleiro mostra otimismo com o potencial da cana-de-açúcar como matéria-prima para novos produtos

Nesse contexto, a Fenasucro&Agrocana, que reúne a XX Feira Internacional da Indústria Sucroalcooleira e a X Feira de Negócios e Tecnologia da Agricultura da Cana-de-Açúcar, será uma oportunidade para compradores que buscam as principais ferramentas e soluções tecnológicas para ganho de eficiência e produtividade.

O evento, agendado para o período de 28 a 31 de agosto, no Centro de Eventos Zanini, em Sertãozinho, interior de São Paulo, terá cerca 450 expositores, distribuídos por 55 mil metros quadrados. Para o presidente do Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis (CEISE Br), Adézio José Marques, as feiras contribuem para fortalecer o relacionamento comercial entre empresários e visitantes, já que recebe profissionais altamente qualificados e do mundo inteiro.

"Recebemos profissionais de mais de 40 países e empresas representativas para o setor sucroenergético, network que estimula a Fenasucro&Agrocana a serem o maior palco de produtos, novidades e relacionamento do mercado canavieiro," explica.

O CEISE Br é a entidade realizadora da Fenasucro, sendo que aAgrocanaé realizada pela Cooperativa dos Plantadores de Cana do Oeste do Estado de São Paulo (Copercana) em parceria com o Sindicato Rural de Sertãozinho e ambas contam coma coordenação técnica da STAB (Sociedade dos Técnicos Açucareiros e Alcooleiros do Brasil). As duas feiras têm o apoio da Prefeitura Municipal de Sertãozinho, da UNICA (União da Agroindústria Canavieira de São Paulo) e do SEBRAE-SP (Serviços de Apoio às Micros e Pequenas Empresas do Estado de São Paulo). A Fenasucro conta ainda com o apoio do CIESP (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) e ABIMAQ (Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos) e a Agrocana com o apoio da CANAOESTE (Associação dos Plantadores de Cana do Oeste do Estado de São Paulo), COCRED (Cooperativa de Crédito dos Plantadores de Cana de Sertãozinho) e UNESP – Jaboticabal.

Serviço

FENASUCRO & AGROCANA – XX Feira Internacional da Indústria Sucroalcooleira e X Feira de Negócios e Tecnologia da Agricultura da Cana-de-Açúcar
Data: 28 a 31 de Agosto de 2012
Horário: 13h às 20h / Entrada para Pré-Cadastrados: 13h às 19h
Local: Centro de Eventos Zanini, em Sertãozinho - Av. Marginal João Olesio Marques, 3.563 – Distrito Industrial Maria Lúcia Biagi Americano – defronte à Rod. Armando Salles Oliveira, altura do Km 339

Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Energia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Energia