Unesp terá 11 novos cursos de EngenhariaA Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) vai ganhar 11 novos cursos na área de Engenharia a partir deste ano. O Projeto de Lei que autoriza o repasse de recursos para implantação dos cursos foi assinado ontem pelo governador Geraldo Alckmin. Nove cidades paulistas foram escolhidas para abrigar os cursos - Araraquara, Botucatu, Dracena, Itapeva, Registro, Rosana, São João da Boa Vista, São José dos Campos e Tupã. Em São João da Boa Vista, dois cursos irão compor um novo campus da universidade no município.

"Engenharia está na nossa vida, na nossa casa, no automóvel, na energia, na luz que a gente liga, no celular que a gente fala, está presente no mundo moderno em todas as áreas. E hoje é emprego, porque é competitividade, inovação, criação, que são as bases do desenvolvimento", disse Alckmin.

A implantação começa a partir deste ano e prossegue até 2014. Ao final dos próximos cinco anos, a Unesp deverá ter mais 2.200 novos alunos em suas atividades de ensino, pesquisa e extensão. A priorização das engenharias levou em conta estudo publicado em 2010 pelo Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (IEDI), que destacou a diminuição da participação relativa da formação de engenheiros no Brasil.

Geraldo Alckmin, governador de SP, assinou ontem a implantação dos novos cursos de Engenharia

          Geraldo Alckmin, governador de SP, assinou ontem a implantação dos novos cursos de Engenharia

Os novos cursos fazem parte de um programa de expansão da universidade e levou em consideração necessidades nacionais, estaduais e locais. Quatro eixos circunstanciaram o plano: aspectos regionais, vocação da unidade universitária, aspectos acadêmicos e administrativos.

-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

O Conselho Universitário, órgão máximo da instituição, deu o aval para a implantação dos cursos no último dia 8 de março. O projeto pedagógico, o nome definitivo e os custos de cada um ainda serão discutidos nas diversas instâncias pedagógicas e administrativas da universidade.

Os cursos aprovados são:

Araraquara - Engenharia de Bioprocessos (40 vagas) e Engenharia Química (40 vagas);
Botucatu - Engenharia de Bioprocessos (40 vagas);
Dracena - Engenharia Agronômica (40 vagas);
Itapeva - Engenharia de Manufatura (40 vagas);
Registro - Engenharia de Pesca (40 vagas);
Rosana - Engenharia de Energia e Recursos Renováveis (40 vagas);
São João da Boa Vista - Engenharia Eletrotécnica (40 vagas cada) e Engenharia de Materiais (40 vagas);
São José dos Campos - Engenharia Ambiental (40 vagas);
Tupã - Engenharia de Biossistemas (40 vagas).

Autor(es): Governo de SP

facebook      twitter      google+

Cursos & Treinamentos
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Cursos & Treinamentos