Integração de infraestrutura sul-americana exigirá US$21 biA União das Nações Sul-Americanas apresentou nesta terça-feira a empresários brasileiros um plano de integração da região por meio de projetos de infraestrutura que somam investimentos de cerca de 21 bilhões de dólares.

A estimativa é que os empreendimentos que consideram oito eixos de infraestrutura estejam prontos em 2022.

-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

"O que nós buscamos são consórcios público-privados para levar adiante esses projetos", disse o ministro de obras públicas do Paraguai e presidente pró tempore da Unasul, Cecílio Pérez Bordón, em apresentação ontem na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

O plano considera 31 projetos como prioritários, dos quais alguns já estão sendo construídos e já constavam dos planejamentos individuais dos países da Unasul, informou Bordón, acrescentando que a Unasul criou um grupo de trabalho para avaliar as condições de financiamentos para os projetos.

Estradas fazem parte do pacote de infraestrutura continental

                                                      Estradas fazem parte do pacote de infraestrutura continental

No pacote de obras, estão previstos projetos como 57 quilômetros de anéis viários; 360 quilômetros de linhas de transmissão de energia; 379 quilômetros de dragagem de rios; 1.500 quilômetros de gasodutos; 3.490 quilômetros de hidrovias; 5.142 quilômetros de rodovias e 9.739 quilômetros de ferrovias.

A Unasul é formada pelos 12 países da América do Sul e seu tratado constitutivo entrou em vigor em março do ano passado.

Autor(es): Reuters

facebook      twitter      google+

Armazenagem & Logística
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Armazenagem & Logística