Manitowoc comemora venda dos primeiros 20 guindastes Depois de apresentar o primeiro guindaste montado no Brasil durante a M&T Expo, um Grove RT765E-2 para terrenos acidentados, a unidade de Passo Fundo (RS) agora comemora a venda das 20 primeiras unidades.

“Estou realmente animado com os resultados destes primeiros dois meses de trabalho. Conseguimos finalizar o primeiro guindaste 60 dias antes do previsto, já vendemos outros 19, e estamos a todo o vapor aperfeiçoando os processos e treinando nossos colaborados para atingirmos o máximo de excelência possível”, destaca Mauro Nunes, diretor-geral da Manitowoc no Brasil.

De acordo com o executivo, até dezembro de 2012 a unidade deve finalizar a produção dos primeiros 44 guindastes montados em solo brasileiro. “A partir de julho queremos chegar a produção mensal de seis guindastes. Hoje já temos quatro finalizados”, complementa Nunes. A empresa também está buscando antecipar a meta de 70% de nacionalização dos produtos, como forma de baratear os custos e gerar novas opções de financiamento aos clientes.

----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

“Podemos dizer que os produtos que estão sendo desenvolvidos na unidade gaúcha já estão parcialmente nacionalizados. Estamos trabalhando para aumentar os índices de nacionalização com o objetivo de ampliar as oportunidades de financiamento”, antecipa o executivo, ressaltando que, com o acesso facilitado ao crédito, os baixos custos dos produtos, prazos de entrega rápida e um produto feito aqui mesmo no Brasil, os guindastes Manitowoc e Grove serão claramente a melhor escolha para os clientes.

Quando a fábrica atingir sua capacidade total, o que deve se dar por volta de 2017, a Manitowoc estará produzindo no Brasil cerca de 300 guindastes por ano. Em abril, a produção começou com os guindastes denominados RT”s, modelos 765, 880 e 890, com capacidades de 60 t, 70 t e 80 t, respectivamente. A partir de janeiro de 2013 serão adicionados a linha destes guindastes os modelos 530 e 540, de 25 t e 30 t. “Em junho de 2013 devemos iniciar a produção dos ‘guindastes torres’, denominados no Brasil de GRUAS, com previsão de 100 unidades por ano. Serão produzidos os modelos Mci 85, MC 125 e MC 175”, conclui.

Modelo Grove RT765E-2, primeiro guindaste da Manitowoc montado nacionalmente

Modelo Grove RT765E-2, primeiro guindaste da Manitowoc montado nacionalmente

A fábrica em Passo Fundo foi construída em menos de um ano e é resultado de um investimento de mais de US $ 75 milhões no mercado latino-americano. A fábrica está instalada em um terreno de 450.000 metros quadrados e possui uma área construída de 30.000 metros quadrados seguindo um modelo de sustentabilidade que faz uso eficiente de energia em suas áreas administrativas e de produção, reutiliza a água da chuva para a sua canalização e tem suas próprias estações de tratamento de águas residuais.

Fundada em 1902, a Manitowoc Company, Inc. é uma multi-indústria, fabricante de bens de capital com mais de 115 unidades entre fábricas, distribuição e centros de atendimento em 25 países. A empresa é reconhecida mundialmente como uma fabricante pioneira e inovadora de guindastes sobre esteiras, guindastes de torre e guindastes móveis para a indústria de construção pesada, que são complementados por um grupo de líderes do setor de serviços de suporte ao produto. Além disso, a Manitowoc é um dos principais fabricantes mundiais de equipamentos para foodservice comercial, que inclui 25 marcas líderes de mercado. Em 2011, o faturamento da Manitowoc chegou a US$ 3,7 bilhões sendo mais da metade dessas receitas geradas fora dos Estados Unidos.

Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas