Déficit em químicos alcança US$ 12,0 bi no primeiro semestreAs importações brasileiras de produtos químicos totalizaram mais de US$ 19,4 bilhões no primeiro semestre de 2012, enquanto as exportações somaram US$ 7,4 bilhões. Em relação ao mesmo período de 2011, as importações subiram 1,9% e as exportações cresceram 0,8%. O déficit na balança comercial de produtos químicos, de US$ 12,0 bilhões, aumentou 2,7% na comparação com o primeiro semestre do ano passado.

Somente no mês de junho, foram importados US$ 3,5 bilhões em produtos químicos, aumento de 2,5% em relação ao mês anterior e novo recorde para o ano. Na comparação com junho de 2011, entretanto, as compras externas tiveram queda de 3,7%.

Já as exportações alcançaram cerca de US$ 1,2 bilhão, o que representa queda de 7,8% frente a maio e de 5,1% em relação a junho de 2011.

----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

“Os resultados do primeiro semestre de 2012 da balança comercial de produtos químicos apontam relativa estabilidade do fluxo comercial do País. Uma análise mais cuidadosa, entretanto, remete à preocupação do setor de que são crescentes as importações de produtos químicos produzidos localmente e de maior valor agregado.

Os produtos químicos brasileiros encontram cenário competitivo internacional desfavorável e expressivas dificuldades operacionais e aduaneiras em alguns dos principais mercados. Exemplo disso são as exigências impostas pela Argentina antecipadamente à celebração de suas importações, o complexo sistema de liquidação de pagamentos pela Venezuela e os onerosos registros a que devem se submeter empresas que desejam manter seus produtos no mercado europeu”, aponta a diretora de Comércio Exterior da Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), Denise Mazzaro Naranjo.

No contexto geral do comércio internacional, os produtos químicos responderam por 17,6% de todas as importações brasileiras (US$ 110,1 bilhões) de janeiro a junho. Os intermediários para fertilizantes, com compras de US$ 3,1 bilhões, foram os produtos químicos mais importados no semestre.

Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Comércio Internacional
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Comércio Internacional