Santos Brasil amplia sua frota de RTGs A Santos Brasil colocou em operação no Tecon Santos mais 12 RTGs (Rubber Tire Gantry Cranes), ampliando sua frota para 46 equipamentos desse tipo.

Os RTG são guindastes sobre rodas usados para fazer a movimentação de contêineres nos pátios. Eles vêm gradativamente substituindo os reach stackers (empilhadeiras de contêineres) do terminal por executar manobras mais rápidas e precisas. Os RTGs também ajudam a otimizar o espaço de contêineres, podendo empilhar até sete unidades em largura por seis em altura.

Os equipamentos influenciam diretamente a capacidade operacional do terminal. Em agosto, a Santos Brasil registrou no Tecon Santos movimentação recorde de contêineres em um terminal brasileiro, tendo superado a marca de 100 mil contêineres movimentados em um mês. Já a produtividade média mensal do terminal é de 80 MPH (Movimentos Por Hora).

----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

De acordo com Caio Morel, diretor de operações da Santos Brasil, o uso dos RTGs é de importância estratégica para a companhia não apenas por conta do ganho em eficiência, mas também por conta da redução da emissão de CO2 na atmosfera, já que os novos equipamentos consomem menos combustível que os reach stackers.

Sobre a Santos Brasil

A Santos Brasil é referência em operação de contêineres e logística. Criada há 14 anos para operar o Tecon Santos (SP), a empresa já investiu R$ 3 bilhões, calculados a valor presente, em aquisições, expansões, novos equipamentos, gestão e gente.

Antecipando-se ao crescimento do fluxo de comércio internacional, a Santos Brasil colaborou significativamente para aumentar a capacidade logística portuária do País. A produtividade do Tecon Santos, por exemplo, é a mais alta do Brasil: média mensal de 80 MPH (movimentos por hora) e recorde histórico de 81,86 MPH (registrado em de abril 2012). Em janeiro de 2012, o Tecon Santos bateu a marca de 155,5 MPH na operação de um único navio.

Além do Tecon Santos, a companhia opera mais dois terminais de contêineres (Vila do Conde -PA e Imbituba –SC) e um terminal de veículos (TEV) no Porto de Santos. Conta também com uma operadora logística e de cargas gerais, a Santos Brasil Logística, que atua de forma integrada aos terminais viabilizando o atendimento ao cliente em todas as etapas da cadeia logística do porto até o transporte e distribuição.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Armazenagem & Logística
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Armazenagem & Logística