Santos Brasil adota sinalização com energia solarA Santos Brasil acaba de concluir a substituição do sistema de sinalização de piso nas pistas do seu Terminal de Contêineres (Tecon), no Porto de Santos: as antigas “tartarugas” com placas refletoras deram lugar a lâmpadas de tecnologia LED alimentadas por energia solar. Trata-se de um uso inédito para esse tipo de tecnologia.

A inovação traz grande impacto na qualidade do tráfego nas pistas, gerando aumento de segurança, melhoria na prevenção de acidentes e ganho de produtividade para os motoristas de caminhões que trafegam no local.

A sinalização do piso sempre esteve restrita ao uso limitado de placas refletoras, uma vez que o emprego de lâmpadas elétricas é inviável, pela necessidade de instalar fiação em um local de tráfego pesado de cargas.

----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

“Diferente dos blocos de sinalização (tartarugas) que normalmente vemos nas rodovias e refletem a luz do farol dos carros, o novo equipamento utiliza células solares que acumulam energia durante o dia e a liberam à noite através de LEDs (light emitting diode*) .Em dias muito ensolarados, elas podem chegar a uma autonomia de até 48 horas”, explica Heitor Carbone Jr., gerente de engenharia e projetos da empresa.

Segundo Carbone, a empresa tem cada vez mais optado por iniciativas inteligentes e sustentáveis, que contribuem com o meio ambiente e aumentam a produtividade do terminal. “Esse investimento representará um considerável ganho de qualidade e segurança na operação ”, destaca.

A atenção em promover iniciativas sustentáveis é parte da política permanente da Santos Brasil. Este ano, por exemplo, a empresa teve toda a frota leve que circula no Tecon Santos substituída por veículos movidos a etanol, reduzindo significativamente seus níveis de emissão de CO2.

Sobre a Santos Brasil

A Santos Brasil é referência em operação de contêineres e logística. Criada há 14 anos para operar o Tecon Santos (SP), a empresa já investiu R$ 3 bilhões, calculados a valor presente, em aquisições, expansões, novos equipamentos, gestão e gente. Antecipando-se ao crescimento do fluxo de comércio internacional, a Santos Brasil colaborou significativamente para aumentar a capacidade logística portuária do País. A produtividade do Tecon Santos, por exemplo, é a mais alta do Brasil: média mensal de 80 MPH (movimentos por hora) e recorde histórico de 81,86 MPH (registrado em de abril 2012).

Em janeiro de 2012, o Tecon Santos bateu a marca de 155,5 MPH na operação de um único navio. Além do Tecon Santos, a companhia opera mais dois terminais de contêineres (Vila do Conde - PA e Imbituba – SC) e um terminal de veículos (TEV) no Porto de Santos. Conta também com uma operadora logística e de cargas gerais, a Santos Brasil Logística, que atua de forma integrada aos terminais viabilizando o atendimento ao cliente em todas as etapas da cadeia logística do porto até o transporte e distribuição.

Listada na Bovespa no nível 2 de Governança Corporativa, a Santos Brasil adota um modelo de crescimento contínuo e sustentável, que alia alto desempenho financeiro e operacional com preservação ambiental e responsabilidade social.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Armazenagem & Logística
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Armazenagem & Logística