Confiança da indústria atinge maior nível desde junho de 2011O Índice de Confiança da Indústria, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), cresceu 1% em outubro, passando de 105 pontos em setembro para 106 neste mês. Esse é o maior nível desde junho de 2011, quando o índice chegou a 107,1 pontos.

----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------


Já o Índice da Situação Atual avançou 1,7% no mês outubro, alcançando 106,8 pontos. O patamar também é o mais elevado desde julho de 2011. Contribuiu para esse crescimento o indicador de nível de estoques. Entre setembro e outubro, o número de empresas com estoque excessivo recuou de 6,1% para 5,6% e a quantidade de empresas com estoque insuficiente cresceu de 2,1% para 4,1%.

Outro índice da FGV, o de expectativas, apresentou crescimento de 0,3% em outubro, registrando 105,2 pontos. Essa elevação foi influenciada pelo indicador de expectativas sobre a contratação de mão de obra, com uma alta de 1,7% em relação a setembro. A proporção de empresas que esperam aumentar o número relativo ao pessoal ocupado passou de 20,3% para 24,5%. Já a parcela das que esperam reduzir a contratação aumentou de 10,4% para 12,7%.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) passou de 84,1% para 84,2% entre setembro e outubro. Trata-se do maior patamar desde junho de 2011.

Autor(es): Agência Brasil

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia