Válvulas de pneus chinesas oferecem perigo adicional nas estradasProfissionais do setor de válvulas de pneus estimam que cerca de 50% do mercado brasileiro seja dominado pela China, fato que ocorre em decorrência do produto nacional não conseguir competir com o importado, que tem preços mais baixos, chegando a valores até 40% menores.

Essa redução de custos do produto é conseguida com o sacrifício da qualidade. No caso específico das válvulas de pneus, utilizadas em carros, caminhões e ônibus, é um item que assegura a boa performance e segurança durante a condução do veículo e sua baixa qualidade pode trazer graves riscos.

“O principal diferencial entre os produtos é que as válvulas chinesas são produzidas em geral em processos nos quais há menos automatização. A aplicação mais intensiva da mão de obra na usinagem, montagem e testes de estanqueidade gera maior probabilidade de defeitos na peça. No Brasil, os processos de fabricação da Schrader, por exemplo, são automatizados – tanto os sistemas de montagem como os testes com sistemas poka-yoke, um dispositivo à prova de erros destinado a evitar a ocorrência de defeitos em processos de fabricação e/ou na utilização de produtos”, diz Carlos Storniolo, da Schrader, empresa reconhecida mundialmente como a inventora da válvula para pneus, hoje padrão da indústria e presente em literalmente cada um dos veículos a motor que rodam no mundo.

----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

O executivo ainda destaca que a marca adotou como padrão a durabilidade, em condições adequadas de aplicação e uso, de 5 anos para as suas válvulas. “A dureza e a flexibilidade da borracha da válvula diminuem com o tempo, mas um produto adequado aos padrões exigidos pela indústria nacional não deve ter uma durabilidade menor que esta”, avalia.

Para assegurar a qualidade da borracha, a Schrader conta com um sofisticado dispositivo, chamado Bambury, que consegue dimensionar todas as matérias-primas envolvidas na sua produção, com exatidão. Além de um Laboratório altamente especializado, com equipamentos de última geração, para análise e controle da qualidade deste importante componente das válvulas.

A China aproveita-se da forte demanda brasileira, ansiosa por preços baixos, e fabrica peças com um latão impuro e com baixo percentual de cobre, que confere à estrutura baixa aderência do metal à borracha e fraca resistência à flexão. Além disso, a borracha das válvulas chinesas são mais suscetíveis a fissuras, na medida em que não atende os requisitos das normas internacionais, como, por exemplo, a resistência ao ozônio.

Válvulas danificadas podem causar graves acidentes com caminhões e ônibus

Válvulas danificadas podem causar graves acidentes com caminhões e ônibus

Em caminhões e ônibus, fissuras e a má adesão da borracha no metal das válvulas podem resultar na quebra ou descolamento de inserto metálico da borracha, causando vazamento súbito do ar do pneu e, como consequência, a perda de controle de veículo em movimento.

Nas fábricas da Schrader, inclusive a brasileira, localizada em Jacareí, as matérias-primas usadas atendem aos requisitos de Qualidade ISO 9001. Os lotes são certificados e a empresa realiza ensaios periódicos e auditorias no processo para monitorar a qualidade das peças produzidas. Os testes de estanqueidade são realizados em 100% das válvulas e os de pressão e temperatura, parâmetros essenciais para a boa vulcanização da válvula, são feitos automaticamente pelas máquinas, além da avaliação de desempenho, realizada periodicamente, para atender especificações SAE.

“Evidentemente que este apuro acarreta um custo adicional ao produto final”, destaca Storniolo. Outro fator que contribui para os custos da fabricação brasileira é o domínio absoluto do processo de fabricação, principalmente em itens críticos da válvula, que conferem a qualidade final e requerem profissionais qualificados.

Sobre a Schrader

A Schrader International é o fabricante líder global de soluções de sensores, válvulas para pneus e componentes para sistema de ar condicionado para as empresas líderes dos mercados automotivo e industrial, disponibilizando soluções seguras e de alta performance. A companhia é pioneira em sistemas de monitoramento de pressão (TPMS), um recurso de segurança dos veículos que agora é padrão em todos os veículos de passeio e comerciais leves comercializados nos EUA e Europa. A Schrader também é amplamente reconhecida como a inventora da válvula para pneus, hoje padrão da indústria – a mesma válvula encontrada em literalmente cada um dos veículos a motor que rodam hoje no mundo.

A Schrader International é uma multinacional americana com uma forte presença de marca, vendas e engenharia nas principais regiões do mundo. Com um faturamento global da ordem de 400 milhões de dólares, a companhia possui cinco plantas industriais distribuídas em quatro continentes. As tecnologias únicas da Schrader podem ser encontradas em diversas aplicações e em um amplo leque de mercados, como automotivo, aeronáutico, equipamentos pesados, indústria, mineração, área médica e energia.

No Brasil, a Schrader International está presente há 59 anos. Produz válvulas para pneus, mercado que lidera, além de uma linha diversificada de válvulas para ar condicionado e válvulas para os segmentos de óleo e gás. Possui também forte presença no mercado de reparo de pneus.

Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Suprimentos Industriais
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Suprimentos Industriais