Nova tecnologia economiza energia no resfriamento de inversoresA Danfoss, líder mundial em desenvolvimento e fabricação de controles eletromecânicos e eletrônicos, soluções de sistemas para indústrias de refrigeração, ar condicionado, aquecimento e acionamento de motores elétricos, desenvolveu uma nova tecnologia chamada back-channel, que permite utilizar o ar externo da sala elétrica/eletrocentro para resfriamento dos drives.

Além disso, é possível fazer com que 85% das perdas térmicas geradas sejam eliminadas da sala elétrica/eletrocentro.

-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Presente nos inversores e nos filtros ativos acima de 90 Kw da Danfoss, o back-channel é um duto especialmente projetado para permitir a transferência de calor dos componentes do circuito de potência para fora do equipamento, evitando, assim, o indesejado superaquecimento e todos seus efeitos subsequentes como, por exemplo, diminuição do tempo de vida dos componentes eletrônicos, paradas constantes da produção para evitar a queima, entre outros.

“Mesmo utilizando o ar externo da sala-elétrica/eletrocentro, não existe contaminação das partes eletrônicas dos inversores e nem do painel, pois o back-channel foi desenvolvido com a isolação necessária para evitar que o ar que circula no duto vá para os componentes eletrônicos do drive e do painel”, destaca Rodrigo de Cássio Campos, coordenador de vendas em Mineração e Siderurgia da Danfoss.

Campos ressalta ainda que a utilização do back-channel possibilita economia com o custo operacional de energia da sala elétrica/eletrocentro por volta de 10% ao ano do que foi investido nos inversores. “Temos casos mundiais de mineração que, em cinco anos, teve-se um retorno, em economia de energia, de 53% do que se foi gasto com os inversores, só por utilizar a tecnologia back-channel”, finaliza.

Vantagens do uso do back-channel

  • Economia com a redução de componentes mecânicos, eliminam-se ventiladores.
  • Eficiência total do sistema de ventilação do Drive.
  • Diminuição da temperatura do painel.
  • Diminuição da temperatura da sala, no caso de dutos externos.
  • Diminuição do estresse eletrônico.
  • Economia de dinheiro em manutenção e perdas por paradas causadas por desarmes.
  • Economia no custo operacional da mina/siderúrgica devido ao consumo do ar-condicionado da sala elétrica/eletrocentro.

Sobre a Danfoss

Fundada na Dinamarca em 1933, a Danfoss está entre as líderes mundiais no setor de desenvolvimento e fabricação de controles eletromecânicos e eletrônicos, bem como de soluções de sistemas para indústrias de refrigeração, aquecimento, ar condicionado e acionamento de motores elétricos. Atualmente, a Danfoss emprega mais de 23.000 funcionários em todo o mundo, possui fábricas nos cinco continentes e escritórios de vendas em 110 países, faturando cerca de € 4,2 bilhões ao ano.

Hoje, a Danfoss é especializada na produção de vários itens direcionados às aplicações no mercado industrial, como conversores de frequência, soft starters, instrumentação e controles industriais além de uma completa linha de compressores e controles para o mercado de refrigeração. No Brasil, a empresa iniciou suas operações em 1968, tendo sua sede na cidade de Osasco (SP).

Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Controle & Instrumentação
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Controle & Instrumentação