Um veículo guiado automaticamente (AGV), ou veículo com propulsão própria, é uma unidade de transporte controlado por computador móvel alimentada por uma bateria ou um motor elétrico. Os fabricantes de AGVs usam programas para conduzi-los a pontos específicos e para funções designadas. Eles estão se tornando cada vez mais populares no mundo inteiro em aplicações - especialmente na área militar e de defesa - que exigem ações repetitivas em uma determinada distância ou para o transporte de cargas extremamente pesadas.

Os usos comuns incluem a transferência de carga, de carga e descarga de paletes e reboque. Muitas fábricas usam os AGV para o transporte de equipamentos de muitas toneladas, ou materiais como motores de avião ou de bobinas de metal para vários pontos dentro do chão de fábrica. Diferentes modelos, que incluem bifurcados, de reboque e de transferência, têm ampla capacidade de carga e características que variam em termos de design, forma de manuseio de materiais componentes do robô. Eles vêm em diferentes tamanhos e formas, de acordo com as atribuições, requisitos de carga e necessidades de cada indústria específica.

Esses sistemas usam microprocessadores a bordo e costumam ter um sistema de controle de fiscalização que ajuda com várias tarefas, como monitoramento e rastreamento, além de geração de módulos e/ou distribuição de ordens de transporte. Eles são capazes de navegar em uma rede com sistemas de fios guiados, câmera, ótica, laser e outros dispositivos. O veículo guiado a laser tem funcionalidades avançadas de navegação e é capaz de navegar ao redor de objetos ao longo de uma trajetória programada, e também pode evitar colisões de forma independente, utilizando sensores de raio laser. Alguns modelos são projetados para o manuseio de um operador, mas a maioria é construída com capacidade de operação independente.

Empresas que usam esse tipo de carro, como fábricas, armazéns, hospitais e outras instalações de grande porte, beneficiam-se desses equipamentos pela sua estabilidade e capacidade de operação eficaz. O uso de veículos guiados automaticamente dentro das instalações muitas vezes resulta em custos trabalhistas reduzidos. AGVs podem fazer um trabalho físico pesado, sem desgaste ou exaustão, eliminando o trabalho humano que seria mais caro e potencialmente perigoso. Além disso, ajudam a dar às empresas uma vantagem competitiva, pois aumentam a eficiência da produtividade e otimizam o tempo. Eles são flexíveis, podem ser adaptados a diferentes necessidades e reduzem também os danos aos produtos, criando um ambiente de trabalho mais ergonômico.

A aquisição, muitas vezes, envolve grandes investimentos monetários iniciais, pois a maioria dos teleguiados é fabricada com materiais caros e sistemas de orientação, embora as empresas e os fabricantes que os utilizam possam observar, muitas vezes, um rápido retorno sobre o investimento, aumentando a produção, o tempo e a eficiência do trabalho.

Conforme o uso desses dispositivos se torna mais popular, os fabricantes estão encontrando maneiras de reduzir os custos, projetando modelos menores e mais acessíveis para pequenas aplicações de transferência de carga. Atualmente, muitas pesquisas e novos estudos estão sendo desenvolvidos em países da Europa e nos Estados Unidos para melhorar as técnicas de softwares usados na automação.

Imagens relacionadas a agv - veículo guiado automaticamente