Uma bobina elétrica é formada a partir de fios de metal condutores enrolados ao redor de um núcleo. Os condutores têm a capacidade de transmitir calor, som ou energia elétrica. Apesar de som e eletricidade ou som e condutividade térmica não serem características dos mesmos materiais, a energia e a condutividade podem ser consideradas características compartilhadas.

Empresas relacionadas a bobinas elétricas

Lycos Equipamentos - Unidades Hidráulicas

Rua Doutor Nilson Teobaldo Schaeffer, 6061 Pavilhão B - Caxias do Sul - RS - CEP: 95013-400
Telefone fixo: (54) 3028-7505 - Telefone fixo: (54) 3028-7575 - Celular: (54) 9143-2112
E-mail: comercial@lycosequipamentos.com.br
http://www.lycosequipamentos.com.br/

Jarzynski Elétrica LTDA

Avenida dos Estados, 2215 - Porto Alegre - RS - CEP: 90200-001
Telefone fixo: (51) 3026-7000
E-mail: fernanda@jarzynski.com.br
http://www.jarzynski.com.br/

Lista Técnica de Equipamentos e Sobressalentes

Rua Padre Telêmaco, 129 Sala 308 - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 21311-050
Telefone fixo: (21) 3822-6915 - Telefone fixo: (21) 3495-6139 - Celular: (21) 8955-7897
E-mail: contato@ohmsolucoes.com.br
http://www.ohmsolucoes.com.br/

Assistência Técnica Especializada em Maquinas de envase.

Rua Wadia Jafet Assad, 171 CJ 03 - São Bernardo do Campo - SP - CEP: 09850-090
Telefone fixo: (11) 4512-1749
E-mail: eng@valpack.ind.br
http://www.valpack.ind.br/

Central Induzidos Ltda

Rua Afonso Arinos, 116 - São Paulo - SP - CEP: 03033-030
Telefone fixo: (11) 3311-0313
E-mail: contato@centralinduzidos.com.br
http://centralinduzidos.com.br/

KFF Automação

Rua Júlia Santos Paiva Rio, 120 - São Paulo - SP - CEP: 04679-000
Telefone fixo: (11) 3862-0988
E-mail: fmilanez@polybelt.com.br
http://www.kffautomacao.com/

Existe uma grande variedade de metais que são condutores, mas os tipos mais comuns usados incluem o cobre e o alumínio. Aproveitadas em uma ampla variedade de aplicações, as elétricas são componentes comuns em vários segmentos, como a indústria automotiva, na qual as bobinas de indução são essenciais para o funcionamento dos sistemas de ignição.

Elas também são dispositivos importantes na produção industrial de eletrodomésticos e eletroeletrônicos, pois utiliza as bobinas moldadas ou encapsuladas para proteção contra ambientes corrosivos. Aquelas de transformador são, muitas vezes, partes essenciais dos circuitos elétricos e de geração de energia, que muitas vezes utilizam também as  toroidais e de alta tensão em muitas máquinas encontradas nas usinas de energia. Além disso, as elétricas também podem classificadas como eletromagnéticas ou magnéticos.

Para montar a vasta gama de aplicações, existe uma ampla gama de modelos em termos de bitolas de arame, comprimento de fio, diâmetro e materiais com os quais os fios são enrolados. Os fabricantes produzem atualmente um série de modelos para atender demandas específicas . Além disso, além de transmitir calor, eletricidade ou som, esses dispositivos são necessários para executar várias funções diferentes. Por exemplo, os aparelhos eletrônicos, o setor automotivo, a saúde, a informática, as telecomunicações e as indústrias dependem fortemente desses itens para produzir movimento regular de fluxo elétrico e/ou transformar a corrente elétrica.

Embora possam parecer funções muito diferentes, os princípios básicos de eletromecânica utilizados são geralmente os mesmos: um fio de metal condutor é enrolado ao redor de um isolante, que poderia ser feito de materiais como papelão ou plástico. As duas extremidades do fio são normalmente feitas em terminais de conexão elétrica chamada "taps", que são conectados a uma corrente elétrica. Quando a corrente se move através dos fios enrolados, a bobina se torna magnetizada (embora, em alguns casos, pode tornar-se desmagnetizada), criando o movimento necessário para alimentação de equipamentos essenciais, como válvulas solenóides, motores elétricos, aparelhos de ressonância magnética e muitos outros.

A construção básica pode rapidamente tornar-se complicada com a adição de mais enrolamentos. Enquanto um enrolamento único pode ser utilizado em algumas aplicações, outras exigem a adição de enrolamentos secundários. Um transformador elétrico, por exemplo, é um componente eletromagnético que consiste de um enrolamento primário e ouro secundário que permita a transferência de energia elétrica a partir de um circuito elétrico para outro, por meio de um acoplamento magnético, sem partes móveis. Quando uma terciária é adicionada a um componente eletromagnético, é classificado como de revolvimento.

Embora haja uma semelhança fundamental subjacente na construção, há muitas maneiras em que cada uma é projetada especificamente para sua aplicação. Por exemplo, algumas devem ser protegidas de condições ambientais adversas, tais como umidade, salinidade, lubrificação e vibração. A fim de protege-las de elementos ásperos, pois, com a exposição prolongada a esses elementos a condutividade elétrica pode ser facilmente perdida, elas podem ser moldadas ou encapsuladas.

Enquanto as bobinas moldadas são encobertas com plástico para selar toda a unidade, as encapsuladas são feitas de arame encapsulado em um polímero epóxi. Outros tipos, tais como de transformador toroidal, em vez de ser moldado ou encapsulado, são enrolados em torno dos anéis de ferrite e envoltos em fita adesiva para a proteção.

Um dos tipos mais comuns, as bobinas magnéticas são, por vezes, conhecidas apenas como solenóides. Frequentemente utilizadas como um interruptor remoto, as solenóides são de corrente de fio magnético, contudo, outros modelos elétricos menos conhecidos incluem de Garrett, usadas em detectores de metal, de Rogowski, usadas para medir a corrente alternada (CA), de Oudin, que são de carga disruptiva e  Braunbeck, utilizadas em pesquisas geomagnéticas.

Imagens relacionadas a bobinas elétricas