As bombas centrífugas são projetadas para aumentar a pressão de um fluido através da interação com a energia cinética de rotação. As bombas são máquinas simples que consistem de uma bomba estacionada e um rotor montado em um eixo de rotação no interior de um invólucro.

Empresas relacionadas a bombas centrífugas

Bomba Hidraulica

Rua Londres, 391 Galpão - Santo André - SP - CEP: 09220-320
Telefone fixo: (11) 4976-5502
E-mail: aldorinomaquinas@aldorinomaquinas.com.br
http://www.aldorinomaquinas.com.br/

Revestimentos e recuperação de equipamentos industriais

Rua Itália, 466 - Santo André - SP - CEP: 09210-040
Telefone fixo: (11) 4997-2152
E-mail: j.boldrini@yahoo.com.br

Bomax do Brasil Equipamentos Industriais Ltda.

Rua Europa, 30 - Taboão da Serra - SP - CEP: 06785-360
Telefone fixo: (11) 4138-8800
E-mail: bomax@bomax.com.br
http://www.bomax.com.br/

REGENERAÇAO DE OLEOS HIDRAULICOS

Rua Capitão Danilo Paladini, 352 - Petrópolis - RJ - CEP: 25645-111
Telefone fixo: (22) 2580-4241
E-mail: vrlubrificantes@hotmail.com

DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA CAD 2D e 3D

Rua Agenor Porto, 102 - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 21511-490
Telefone fixo: (21) 2473-2790 - Celular: (21) 9321-8100
E-mail: mecseg@mecseg.com.br
http://www.mecseg.com.br/

ESA-Bombas D'Água

Avenida Cupecê, 1678 - São Paulo - SP - CEP: 04366-000
Telefone fixo: (11) 5562-8866
E-mail: esa@esa.com.br
http://www.esa.com.br/

Lista Técnica de Equipamentos e Sobressalentes

Rua Padre Telêmaco, 129 Sala 308 - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 21311-050
Telefone fixo: (21) 3822-6915 - Telefone fixo: (21) 3495-6139 - Celular: (21) 8955-7897
E-mail: contato@ohmsolucoes.com.br
http://www.ohmsolucoes.com.br/

Manômetro Digital | PRESSGAGE

Rua Pirajá, 549 - São Paulo - SP - CEP: 03190-170
Telefone fixo: (11) 3804-8634
E-mail: pressgage@pressgage.com.br
http://www.pressgage.com.br/

Escovas de aço rotativas

Rua Jacutin, s/n - Belo Horizonte - MG - CEP: 30730-430
Telefone fixo: (31) 3411-4056
E-mail: ferasi@oi.com.br
http://www.caixademola.blogspot.com/

LCC e Gestão Econômica de Ativos com abordagem para o PAS-55

Rua Regente Feijó, 291 sala 92 - Campinas - SP - CEP: 13013-050
Telefone fixo: (19) 3308-2032
E-mail: ti@aremas.com.br
http://www.aremas.com.br/

GD DERIVADOS DE GRAFITES COMPONENTES ELETROMECANIOS

Rua Guido Lacceti, 26 Galpão - São Paulo - SP - CEP: 04849-190
Telefone fixo: (11) 5933-3691
E-mail: vendas@gdderivadosdegrafites.com.br
http://www.gdderivadosdegrafites.com.br/

Informe Comercial

Rua Apóstolo Paulo, 97 Núcleo Pimentel - Ponta Grossa - PR - CEP: 84032-572
Telefone fixo: (42) 3225-7644 - Celular: (41) 8508-0027
E-mail: duplapressao@pop.com.br

Laboratório 2000 LTDA

Rua Arsênio Calaça, 629 - Recife - PE - CEP: 50761-060
Telefone fixo: (81) 3091-7080 - Telefone fixo: (81) 3088-4705
E-mail: vendaslab2000@hotmail.com

Motores Elétricos CA.CC, Geradores, Bombas e Transformadores

Avenida da Nossa Senhora Paz, 821 - Curitiba - PR - CEP: 81730-370
Telefone fixo: (41) 3408-3390 - Celular: (41) 9248-5109
E-mail: contato@cemavel.com.br
http://www.cemavel.com.br/

Problemas com Gestão da Manutenção?

Avenida Chafariz, s/n - Passos - MG - CEP: 37900-318
Telefone fixo: (35) 4103-0728 - Celular: (35) 9968-2751 - Celular: (35) 9948-2751
E-mail: fernanda.avelar@csgm.com.br
http://www.csgm.com.br/

RESINAS EPÓXI REVESTIMENTO/MANUTENÇÃO MECÂNICA SOLDA A FRIO

Rua Vinte e Quatro de Agosto, 340 - Esteio - RS - CEP: 93280-000
Telefone fixo: (51) 3033-3310
E-mail: marcelo@sulchemical.com.br
http://www.sulchemical.com.br/

Top Bombas - Solução em Bombeamentos

Avenida Winston Churchill, 2370 sala 107 - Curitiba - PR - CEP: 81150-050
Celular: (41) 9151-3245
E-mail: vendas@topbombas.com.br
http://topbombas.com.br/

FLuid Systems Soluções Eficientes em Bombeamento

Avenida Ceará, 1938 - Porto Alegre - RS - CEP: 90240-512
Telefone fixo: (51) 3013-2888
E-mail: vendas@fsbombas.com.br
http://www.fsbombas.com.br/

Franklin Electric Indústria de Motobombas S/A

Rua Almirante Barroso, 716 - Joinville - SC - CEP: 89204-200
Telefone fixo: (47) 3461-2966
E-mail: vendasjoinville@fele.com
http://www.schneider.ind.br/

Maritime & Offshore Partners

Rua Professor Álvaro Rodrigues, 352 - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 22280-040
Telefone fixo: (21) 3239-4853
E-mail: vendas@mopartners.com.br
http://www.mopartners.com.br/

As bombas centrífugas são projetadas para aumentar a pressão de um fluido através da interação com a energia cinética de rotação. São máquinas simples que consistem de uma bomba estacionada e um rotor montado em um eixo de rotação no interior de um invólucro. A força mecânica, proveniente de motor elétrico ou motor a diesel, gira os rotores internos para mover o líquido e criar a força centrífuga que se transforma em energia de pressão.

O tamanho do invólucro aumenta uma vez que se estende desde o rotor, reduzindo gradualmente a velocidade do fluido e aumentando sua pressão. São geralmente construídas de ferro fundido, alumínio ou aço inox de alta qualidade que pode resistir a condições adversas ou materiais perigosos. Este tipo oferece uma taxa uniforme de fluxo e pode acomodar elementos sólidos e líquidos. Ao mesmo tempo, porém, as variedades industriais não funcionam bem em altas pressões. Muitas precisam ser preparadas, caso contrário, ela estará muito cheia de ar para formar um vácuo. Se não houver formas de vácuo, então a água não consegue entrar.

Os modelos de transporte contam com grande variedade de materiais e podem ser identificados pelo líquido ou gás com que trabalham. Bombas químicas são capazes de processar abrasivos industriais, produtos químicos e materiais corrosivos, tais como água sanitária, ácidos, óleo, resina e outras substâncias. As de águas residuais são projetadas para bombear centenas ou milhares de litros de água por minuto, incluindo a água que está contaminada com areia, galhos e outros detritos. Estes modelos hidráulicos também são conhecidos como bombas de lodo ou de esgoto, dependendo da aplicação específica. A fim de transmitir energia cinética de material espesso ou viscoso, o rotor tem pás profundas e uma grande abertura de descarga voluta. As de água são utilizadas em todos os processos de transferência de água, seja para fins industriais ou na construção civil.

Os tipos de água portáteis são leves, polivalentes e de alta pressão, dependendo do uso pretendido. Dentro desta categoria também estão as de depósito, que são projetadas para esvaziar a água acumulada em uma superfície de baixa altitude. Esses modelos são utilizados para fins residenciais e para drenagens de uma fonte subterrânea para outro local dentro de um edifício ou estrutura. Dependendo do comprimento do tubo, a quantidade de potência necessária varia, às vezes são combinadas com um tanque de pressão para distribuição de água para todas as partes de um edifício.

Como trabalham com uma variedade de materiais, existem diferentes opções de design que podem maximizar a sua utilidade em situações diferentes. As bombas de fluxo axial têm um eixo vertical ligado ao rotor perpendicular, forçando o líquido para cima pela pressão causada pela ação de elevação das hélices do rotor. Já as de jato ajudam a melhorar a capacidade de sucção de um dispositivo existente. As bombas submersíveis são instaladas no subsolo em uma fonte de líquido que é quase sempre a água. São itens de escorvamento automático, pois não é necessário remover o ar da linha de sucção, a fim de fornecer um fluxo ininterrupto de água.

As bombas verticais são normalmente concebidas de forma ficam próximas ao motor, de modo que o conjunto pode ser baixado em um buraco perfurado. As submersíveis e verticais são muitas vezes movidas por eletricidade. O cabo de alimentação é instalado com segurança em uma caixa forte e durável. As elétricas são geralmente difíceis de realizar reparos e manutenção, já que a substituição de uma bateria em um equipamento no subsolo é algo bem complicado. Algumas são pequenas e fornecem energia mínima. As bombas de 12 volts são equipamentos rápidos e de baixo custo para tirar a água. O diâmetro de uma de 12 volts mede poucos centímetros e pode ser levantado por uma única pessoa.

Esses dispositivos estão se tornando mais potentes e especializadas, afinal, novas tecnologias e inovações resultam em novas aplicações e usos mais eficazes. Por exemplo, as de jato estão se tornando cada vez mais desnecessárias, devido ao desenvolvimento de bomas submersíveis modernas. As de higiene ou sanitárias estão disponíveis para situações que exijam o manuseio de produtos leves, sendo de fácil manutenção e permitindo um alto grau de limpeza.

Os modelos industriais são agora capazes de oferecer capacidades de sucção de 500 metros ou mais, além de uma vazão de 40.000 litros por minuto. Melhorias na capacidade de sucção e nos filtros evitam entupimento quando se trabalha com componentes sólidos junto ao líquido, como acontece com as bombas de águas residuais. Os materiais também contribuem para que elas tornem mais rápidas e eficientes. Elementos como fluorocarbonetos e termoplásticos estão ganhando popularidade na fabricação de peças e os metais resistem mais à corrosão, vazamentos e outros danos.

Imagens relacionadas a bombas centrífugas