Uma das principais vantagens dos coletores de pó é que estes equipamentos minimizam a contaminação do ar por partículas em oficinas, fábricas e instalações de indústrias. As partículas são liberadas do processamento de material em quase todas as etapas de fabricação de produtos na indústria, que vão desde o corte de madeira ou metal, gerando partículas finas e muita fumaça.

As partículas de ar liberadas durante os processos de fabricação são perigosos para a saúde dos trabalhadores e causam danos aos equipamentos rapidamente caso a poeira não seja capturada pelo equipamento de coleta de poeira por intermédio da filtragem do ar.

Os acumuladores de poeira resolvem esse problema, sugando o ar contaminado para um filtro, que é capaz de reter as partículas nocivas e liberar o ar limpo de volta para o ambiente. Ambos os modelos industriais grandes e os de pequeno porte são usados em várias aplicações, como os sacos de tecido para filtragem, a jato, ciclones de pó, de pó úmido, de cartucho, portáteis, mesas de coleta de partículas, estações de coleta de poeira e sistemas completos de captação de poeira por canalização.

A devida coleta de pó no ambiente é um processo vital para a movimentação de carvão, fabricação de cimento, fabricação de metais, mineração, química, madeira, reciclagem e nas indústrias agrícolas. Qualquer processo que emita fumaça, poeira ou outros tipos de partículas e substâncias no ar é regularizado por normas estaduais específicas da indústria, que exigem a instalação de filtros de ar. Os filtros de tecidos, o modelo mais comum e muitas vezes mais eficiente, extraem o ar contaminado através de dutos, passando por um filtro de mangas em forma de funil. O ar é puxado através dos sacos de tecido por um ventilador a vácuo, deixando para trás a poeira, fumaças e partículas. Os de filtro de mangas são por vezes equipados com vibradores. Da mesma forma, coletores de pó a jato são filtros de tecidos que utilizam jatos de ar revertidos para agitar a poeira que recobria os filtros, deixando-os limpos novamente.

Já os do tipo ciclone são separadores centrífugos ou ciclônicos, que utilizam a circulação do ar dentro de uma câmara em forma de funil para separar partículas do ar. Essas partículas, sendo mais pesadas que as moléculas de ar, são jogadas contra a parede externa dentro funil e caem no fundo do compartimento, onde são recolhidas. Esses aparelhos podem conter um único ciclone ou podem ser multi-ciclone. As vantagens incorporam os filtros de tecido, coletores de pó a jato e os separadores por inércia em grandes sistemas de coleta, com canalização e exaustores que pairam no ambiente onde a poeira é formada.

Em relação aos processos individuais, mesas de coleta de pó são equipamentos utilizados para coleta de poeira localizada em um espaço de trabalho particular; processos como soldagem e corte de madeira são feitas através desta tabela, capturando as partículas de poeira no fluxo constante de ar, que é puxado para o equipamento através da mesa de filtragem. Os purificadores e precipitadores eletrostáticos também são considerados equipamentos de controle de poluição. Os precipitadores eletrostáticos desempenham funções semelhantes aos demais equipamentos já mencionados através da remoção de fuligem, fumaça e poluição química fina a partir do ar poluído.

Atualmente, esses dispositivos também contam com alta tecnologia para o desenvolvimento de máquinas mais eficazes, menores e mais eficientes e que estão sendo desenvolvidas para atender normas ambientais cada vez mais rígidas. Os benefícios do emprego eficaz dos sistemas de coleta de poeira em qualquer instalação industrial podem ser observados na qualidade de vida do trabalhador e na redução dos custos de manutenção requeridos por estas máquinas.

Imagens relacionadas a coletor de pó