Os tanques de plástico são vasos de contenção de usados em uma variedade de aplicações industriais a fim de armazenar diversas substâncias. Disponíveis em uma ampla gama de configurações, esses produtos podem apresentar diferentes dimensões, orientações (incluindo horizontal ou vertical), cores, tamanhos e formatos a fim de se adequar a necessidades específicas.

Na verdade, o tamanho dos tambores varia conforme a quantidade litros que devem armazenar ou transportar. Os plásticos são ótimos materiais para construção de tanque em relação aos metais, porque eles normalmente são menos propensos a reagir a qualquer tipo de líquido que pode ser armazenado no interior do recipiente, fato particularmente relevante para o armazenamento e processamento de produtos químicos agressivos, tais como ácidos e cáusticos para aplicações químicas industriais.

Muitas indústrias e demais setores que se beneficiam da utilização dos tanques de plástico, além dos metálicos e de de aço inoxidável, incluem: agricultura, para uso em sistemas de irrigação e adubação na produção de alimentos; petroquímica, para o armazenamento e transporte de petróleo e gás; industrial, usado em aplicações como galvanoplastia, reciclagem, em águas residuais, a fim de ser utilizado em instalações de resíduos urbanos de tratamento de água e instalações de tratamento de água.

Existem muitos métodos diferentes de classificar os inúmeros tipos de barris de resina plástica industriais e sua utilização. No entanto, as três formas principais referem-se ao material que está sendo contido, o tipo de material com que o tanque é fabricado e o design ou modelo do tanque industrial. Alguns tipos comuns inseridos na primeira categoria são capazes de armazenar água, combustível e produtos químicos, sendo que, para cada um desses produtos, há um modelo especial, ou seja, tanques de água, vasos de combustível e de produtos químicos e abrasivos. Os compartimentos de contenção de água podem ser fabricados a partir de uma ampla variedade de materiais, mas o mais utilizado é o polietileno (PE), apesar de que o polipropileno (PP), cloreto de polivinila (PVC), e o fluoreto de polivinilideno (PVDF) são opções viáveis também.

O polietileno serve como um material para silos de água porque é resistente a produtos químicos termoplásticos. Já os tanques de combustível de plástico são considerados bastante seguros para o armazenamento e o transporte de substâncias inflamáveis, e para medir os níveis de substância no motor e antecipar o potencial de dano. Muitas vezes, os fabricantes produzem esses vasos de contenção a partir de cinco materiais diferentes: polietileno de alta densidade (PEAD), polipropileno (PP), polietileno reciclado, um adesivo plástico ou álcool etílico vinílico (EVOH). Os reservatórios de óleo têm praticamente a mesma finalidade que os silos de combustível, porém são fabricados com materiais como o PRFV (material reforçado com fibra de vidro) e polietileno moldado. Por último, os tanques de produtos químicos incluem uma ampla gama que é utilizada no armazenamento de produtos químicos agressivos leves.

Atualmente, há um vasto leque de materiais para produção de tanques industriais. No entanto, os tipos mais comuns incluem cisternas de polipropileno, polietileno e cisternas FRP. O polipropileno é um material que apresenta características vantajosas, como estrutura leve, alta resistência à umidade e ao calor, baixa densidade e ponto de fusão de 320 º F. O polipropileno é muito mais forte do que o polietileno, além de ser um material de baixo custo. No entanto, o polietileno é uma matéria prima ainda mais popular e pode ser dividido em polietileno de alta densidade (PEAD), polietileno de baixa densidade (PEBD), polietileno de média densidade (PEMD), polietileno de baixa densidade linear (PEBDL) e trans- ligada polietileno (XLPE). Grande parte da popularidade de polietileno como uma excelente matéria-prima para produção de tonéis é devido à sua variabilidade estrutural e suas características benéficas, como alta resistência à água, ácidos, álcalis, solventes e corrosão química. Por último, os tanques de FRP são fabricados com fibra de vidro reforçada (FRP), que também pode ser referida como plástico reforçado (GRP). Os tambores de FRP são utilizados em aplicações que envolvam processamento de alimentos.

Por último, há também um grupo muito grande de modelos de cilindros de plástico industriais que são categorizados por lá aplicação ou design. Para aplicação industrial, alguns dos tipos mais comuns desse suprimento incluem tanques de cone inferior, de parede dupla, reservatórios e fossas sépticas. Categorizados por projeto, os modelos de fundo de cone e de parede dupla são projetados de forma específica, a fim de atender as necessidades da aplicação pretendida. Os de fundo do cone, por exemplo, são desenhados de modo que a distribuição do fundo do silo é simples e altamente eficiente. Os modelos de parede dupla, por outro lado, possuem uma camada extra de plástico, a fim de reforçar a parede do vaso de contenção, além de fornecer segurança adicional no transporte, armazenamento e processamento de materiais agressivos. Os de armazenamento são utilizados exclusivamente para aplicações de armazenamento, como o próprio nome já diz. As fossas sépticas são empregadas para um propósito muito mais específico, pois são tanques aproveitados para armazenar substâncias empregadas nos processos de esgoto. Fossas sépticas consistem de duas partes principais, uma fossa séptica e um dreno, e funciona como um sistema de tratamento de esgoto.

Imagens relacionadas a tanques de plástico