As válvulas borboleta são mecanismos que controlam o fluxo de líquidos e gases em tubulações. Elas são capazes de fornecer recursos de fechamento completo através do uso de um disco que gira em um eixo ligado a uma alavanca ou controle de roda. Quando o atuador é ligado, o disco fica de pé e bloqueia o fluxo.

Empresas relacionadas a válvulas borboleta

Lycos Equipamentos - Unidades Hidráulicas

Rua Doutor Nilson Teobaldo Schaeffer, 6061 Pavilhão B - Caxias do Sul - RS - CEP: 95013-400
Telefone fixo: (54) 3028-7505 - Telefone fixo: (54) 3028-7575 - Celular: (54) 9143-2112
E-mail: comercial@lycosequipamentos.com.br
http://www.lycosequipamentos.com.br/

Valvulas Borboleta de PTFE (Teflon)

Alameda Santos, 108 - Sorocaba - SP - CEP: 18085-190
Telefone fixo: (15) 3238-2610
E-mail: vendas@jyvalvulas.com.br
http://www.jyvalvulas.com.br/

DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA CAD 2D e 3D

Rua Agenor Porto, 102 - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 21511-490
Telefone fixo: (21) 2473-2790 - Celular: (21) 9321-8100
E-mail: mecseg@mecseg.com.br
http://www.mecseg.com.br/

Lista Técnica de Equipamentos e Sobressalentes

Rua Padre Telêmaco, 129 Sala 308 - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 21311-050
Telefone fixo: (21) 3822-6915 - Telefone fixo: (21) 3495-6139 - Celular: (21) 8955-7897
E-mail: contato@ohmsolucoes.com.br
http://www.ohmsolucoes.com.br/

Vàlvulas de Pressão

Avenida Ilhéus, 92 CASA - Serra - ES - CEP: 29166-028
Telefone fixo: (27) 3241-9316 - Celular: (27) 9894-6121
E-mail: bjbalancas.es@gmail.com
http://bjbalancases.wix.com/bjbalancases

Manutenção em válvulas

Avenida Doutor Luís Arrobas Martins, 455 - São Paulo - SP - CEP: 04781-000
Telefone fixo: (11) 2822-4550
E-mail: yg@ygcontrole.com.br
http://www.ygcontrole.com.br/

Problemas com Gestão da Manutenção?

Avenida Chafariz, s/n - Passos - MG - CEP: 37900-318
Telefone fixo: (35) 4103-0728 - Celular: (35) 9968-2751 - Celular: (35) 9948-2751
E-mail: fernanda.avelar@csgm.com.br
http://www.csgm.com.br/

Serviços de Automação Industrial

Rua Santo Antônio, 639 85 - São Paulo - SP - CEP: 01314-000
Celular: (11) 8898-0055
E-mail: automatinics@gmail.com
http://www.automatinics.com.br/

Soluções em ferramentas, máquinas e equipamentos para MRO

Rodovia BR-116, 3420 - Curitiba - PR - CEP: 82590-200
Telefone fixo: (41) 3351-7000
E-mail: marketing@sodivel.com.br
http://www.sodivel.com.br/

GEMÜ Indústria de Produtos Plásticos e Metalúrgicos Ltda

Rua Marechal Hermes, 1745 - São José dos Pinhais - PR - CEP: 83065-000
Telefone fixo: (41) 3382-2425
E-mail: gemu@gemue.com.br
http://www.gemue.com.br/

Hidrotec Hidráulica Industrial Ltda

Avenida Ambrósio Fumagalli, 1534 - Limeira - SP - CEP: 13485-333
Telefone fixo: (19) 3442-6440
E-mail: hidrotec@hidroteclimeira.com.br
http://www.hidroteclimeira.com.br/

Irontech Válvulas e Acessórios Industriais Ltda.

Rua Madre Maria Villac, 85 - São Paulo - SP - CEP: 05108-190
Telefone fixo: (11) 3835-7700
E-mail: irontech@irontech.com.br
http://www.irontech.com.br/

Maritime & Offshore Partners

Rua Professor Álvaro Rodrigues, 352 - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 22280-040
Telefone fixo: (21) 3239-4853
E-mail: vendas@mopartners.com.br
http://www.mopartners.com.br/

A grande maioria dos modelos de válvulas borboleta é construída de metal por causa da durabilidade do material e da sua resistência. Outros metais como o aço inoxidável ou o alumínio também são usados para fabricar o disco e junta de vedação, porque são dispositivos flexíveis que se dobram ligeiramente, enquanto ainda proporcionam uma perfeita vedação.

As válvulas industriais de borboleta variam em diâmetro e capacidade de escoamento, algumas medem alguns centímetros, enquanto outras medem metros de diâmetro. Elas são usadas em uma variedade de ambientes, inclusive em tubulação no subsolo ou em fábricas. Elas podem atuar como aceleradores que controlam o fluxo de um fluido sem fechando completo da tubulação. São usadas para controle de gases, de ar, de líquidos, de água ou petróleo, e misturas de sólidos, incluindo suspensões. A gestão dos recursos hídricos, transportes químicos ou linhas de alta pressão são algumas das muitas aplicações que usam estes dispositivos.

Apesar de serem produtos bastante simples, existem vários tipos de válvulas de borboleta de alto desempenho, que são usados em sistemas com pressões muito altas. Já os dispositivos pneumáticos de controle de fluxo são normalmente aplicados com ar comprimido a pressões muito inferiores. O projeto original de vias triplas fornece vedação maior por ser montado excentricamente em três lugares. Outras variações são provenientes da maneira como a válvula é conectada com a tubulação. As válvulas de borboleta flangeadas podem ser aparafusadas entre tubos por causa dos flanges.

Alternativamente, válvulas de borboleta da bolacha são imprensadas entre dois flanges com parafusos e porcas. A pressão das porcas na parte traseira do flange coloca a válvula no lugar. As válvulas de borboleta elétricas usam um atuador elétrico para fazer o trabalho de deslocar o eixo, eliminando a necessidade de um operador manipular o acionador. Finalmente, estes componentes são feitos com diferentes padrões de segurança e eficiência razões. Os modelos de aplicações sanitárias são certificados para atender às regulamentações existentes, porque eles entram em contato com água potável, eles devem ser como sanitários e segura possível.

Os fabricantes usam três principais materiais na construção desses mecanismos, sendo que as válvulas de borboleta de plástico são as menos comuns. O corpo e o disco são feitos de materiais termoplásticos que são moldados comum design forte. Os modelos de plástico são uma opção muito rentável, mas não devem ser utilizadas com produtos químicos que podem desgastar o disco, causando uma vedação imperfeita. Já os tipos em aço inoxidável são mais resistentes à corrosão e à oxidação.

É escolhido em detrimento de outros metais, como o aço tradicional, porque tem uma vida mais longa e exige menos manutenção. O aço inoxidável possui propriedades sanitárias, é fácil de limpar, portanto, tornou-se a melhor opção para aplicações que envolvem alimentos e líquidos. As válvulas de borboleta em ferro fundido são usados em cenários pesados porque o processo de fundição endurece o ferro. Os fabricantes devem levar em conta as propriedades do material e como fabricar as peças da válvula. Muitas vezes, o eixo é usado como uma haste contínua, enquanto outros projetos usam dois pinos em seu lugar.

A concepção geral destas válvulas não mudou muito desde que foram desenvolvidas. O conceito de desenvolvimento delas é simples, no entanto, houve avanços em materiais, processos de usinagem e técnicas de fabricação. As características do aço e ligas de ferro, quando entram em contato com certas pressões, temperaturas e substâncias, têm sido amplamente pesquisadas para que não haja surpresas quando as válvulas sejam instaladas na linha de tubulação. A usinagem CNC (numérico controlado por computador) permite que os discos e as caixas sejam cortadas em tamanhos muito precisos para o ajuste mais apertado com folga mínima.

Atualmente, uma grande variedade de tamanhos de válvula borboleta está disponível no mercado, e além das válvulas em tamanho padrão, os fabricantes também, apostam em dispositivos personalizados, que permitem que mais indústrias se beneficiem do uso de válvulas de borboleta. Com as recentes inovações em técnicas de fabricação, estas válvulas são feitas com poucas falhas. O metal é ainda mais suave e com um mínimo de tensões internas. Orifícios e flanges são cuidadosamente elaborados para atender às normas da válvula e garantir que esses fatores não sejam os pontos fracos do mecanismo, sem contar que o disco e o eixo são testados antes de serem instalados no dispositivo.

Imagens relacionadas a válvulas borboleta