Os acoplamentos Oldham são flexíveis e concebidos para fins de utilização geral até 4000 rotações por minuto, isto se deve por estes dispositivos possuírem algumas desvantagens, como por exemplo, seu deslocamento angular limitado de eixos e sua necessidade de lubrificação.

Empresas relacionadas a acoplamentos oldham

Excelencia em lubrificaçao industrial

Rua Capitão Danilo Paladini, 352 - Petrópolis - RJ - CEP: 25645-111
Telefone fixo: (22) 2580-4241
E-mail: [email protected]

DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA CAD 2D e 3D

Rua Agenor Porto, 102 - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 21511-490
Telefone fixo: (21) 2473-2790 - Celular: (21) 9321-8100
E-mail: [email protected]
http://www.mecseg.com.br/

SOBROU MATERIAL DE CONSTRUÇÃO DA SUA OBRA OU DE SUA REFORMA?

Rua João Borges, 409 - Londrina - PR - CEP: 86063-290
Celular: (43) 9649-6262
E-mail: [email protected]
http://WWW.TROCATUDOCONSTRUCAO.COM.BR/

Termovisores Testo

Rua Doutor Guilherme da Silva, 190 - Campinas - SP - CEP: 13015-028
Telefone fixo: (19) 3731-5800
E-mail: [email protected]
http://www.testo.com.br/

Este tipo, como sua grande maioria, é um conjunto mecânico, constituído de elementos de máquina, empregado na transmissão de movimento de rotação entre duas árvores ou eixo de árvores, que são os eixos que transmitem momento de torção e, portanto, podem ser solicitadas a torção ou a flexão e torção em conjunto. Este modelo em si, é utilizado na transmissão entre árvores que precisam sofrer variação angular, durante sua atividade, estes modelos permitem a absorção de menos de meio grau de desalinhamento angular e menos de 0,005 polegadas de movimento radial e axial. São construídos em aluminio e possuem um elastômero no centro. São práticos e resistentes, ideais para aplicação em motores de passo entre diversos outros motores de até 2KW (Quilowatts).

O movimento axial é limitado pelo design do objeto, pois estes não podem acomodar o movimento de entrada e saída. Como a peça central é essencialmente flutuante, ambos os eixos devem ser apoiados para manter o acoplamento distante. Suas vantagens incluem no caso, a ausência de variação de velocidade, desalinhamento lateral elevado, alta capacidade de torque e desmontagem fácil, devido a sua composição estrutural simplificada.

Os modelos Oldham são amplamente utilizados em máquinas CNC, na transmissão homocinética, servomecanismos, robótica, máquinas de cópia e impressão e instrumentação e muitas outras aplicações em diversos ramos de atividade industrial.

Funcionam quando um concentrador, cubo, ou disco, é acoplado à entrada, enquanto o outro é acoplado à saída e a peça central é unida aos outros dois por uma série de linguetas e sulcos. Durante a operação, o elemento central desliza em uma extremidade do cubo para acomodar o desalinhamento. Isto eventualmente desgasta os discos.

As molas são frequentemente utilizadas para evitar isso e os discos desgastados são facilmente substituídos, pois também não há um custo excessivo destes componentes, tornando a manutenção neste caso, um fator de baixo custo. Há muitos tipos diferentes de dispositivos além dos Oldham. O de fole tem dois concentradores ou cubos e um fole metálico de paredes finas que podem acomodar todos os três tipos de desalinhamento, seja ele paralelo, angular ou axial. Os de eixo único são normalmente confeccionados de uma única peça de alumínio e tem um sistema de cortes em espiral que lhes permitem dobrar a fim de acomodar um desalinhamento angular. Aqueles de múltiplos eixos consistem em duas vigas sobrepostas que abordam problemas de rigidez torcional. Os de mandíbula, ou aranha consistem em dois concentradores ou cubos metálicos, cada um com um conjunto de dentes de bloqueio e um de borracha flexível ou um pedaço de plástico na forma de uma estrela que se encaixa entre eles. Estas uniões possuem folga zero e funcionam bem em altas velocidades, mas não toleram uma grande quantidade de desalinhamento.

Imagens relacionadas a acoplamentos oldham