As ligas de alumínio utilizadas na indústria aeroespacial são de grande resistência e capazes de executar bem em ambientes hostis e desafiadores. O alumínio 7075 é a liga escolhida quando se trata de fabricação de peças de aviões e alumínio 5052, que não é tão forte, mas tem mais capacidade de soldabilidade, é usado às vezes.

Empresas relacionadas a aeronaves de alumínio

FACAS INDUSTRIAIS NAVALHAS LAMINAS FACAS CIRCULARES GERAL

Avenida Cangaíba, 2941 SALA 01 - São Paulo - SP - CEP: 03711-001
Telefone fixo: (11) 2682-2787
E-mail: [email protected]
http://www.fenixfacasindustriais.com.br/

Império dos Metais Comercial Ltda.

Rua Tupã, 22 - São Paulo - SP - CEP: 03460-050
Telefone fixo: (11) 2036-9900
E-mail: [email protected]
http://www.imperiodosmetais.com.br/

Contendo zinco, o alumínio 7075 é ideal para peças que sofrem grande estresse e é considerado o tipo mais forte de alumínio. Têm boa resistência à temperatura elevada e resistência à corrosão, características necessárias em alumínio. Transportes como helicópteros, jatos, linhas aéreas comerciais, naves espaciais e de defesa precisam de alumínio leve e resistente em sua fuselagem, asas e tanques de combustível.

Alumínio 7075 e 5052 são feitos em chapas, bobinas, barras, tubos e tarugos, que são utilizados na fabricação. As alternativas fora o alumínio seria a madeira, que é mais leve, mas não tão forte como alumínio e o aço, que é muito mais forte, mas também muito mais pesado. As aeronaves devem ser de metal forte, porém ao mesmo tempo tem que ser leve, e o alumínio exibe uma boa relação entre resistência / peso, tornando-se a primeira escolha na construção do avião. É usado principalmente na produção de fuselagens do avião onde até 80% do peso é composto de alumínio. O alumínio utilizado no exterior da aeronave deve ser de alta resistência à corrosão e, portanto, muitas vezes pintado antes de ser submetidos a tratamentos de corrosão, tornando-o mais durável, ao ar livre em alta velocidade.

Imagens relacionadas a aeronaves de alumínio