Um alimentador de ar é um componente de um sistema que pode ser de aquecimento, ventilação ou sistema de ar condicionado, que circula o ar diretamente ou através de dutos de ligação. Geralmente consistem em uma grande caixa de aço inoxidável ou alumínio, com um ventilador, elementos de aquecimento ou arrefecimento, filtros, atenuadores de som e amortecedores.

Empresas relacionadas a alimentador de ar

Resende Ar-Condicionado

Rua Um, 72 - Santa Rita do Sapucaí - MG - CEP: 37540-000
Telefone fixo: (35) 3471-7125
E-mail: atendimento@resendearcondicionado.com.br
http://www.resendearcondicionado.com.br/

ABC Torres Equip. e Man. Industrial

Rua Maria Silva, 16 Cj 22 - São Bernardo do Campo - SP - CEP: 09770-020
Telefone fixo: (11) 3412-4782
E-mail: vendas@abctorres.com.br
http://www.abctorres.com.br/

Automação industrial e reforma de equipamento

Avenida Romeu Samarani Ferreira, 265 - Porto Alegre - RS - CEP: 91750-740
Celular: (51) 9319-1619 - Celular: (51) 9211-9797
E-mail: orcamento@fchr.com.br
http://www.fchr.com.br/

Climatização e Ventilação Industrial

Rua João Dusso, 15 - Sumaré - SP - CEP: 13178-230
Telefone fixo: (19) 3546-4108
E-mail: marcelo.toselli@live.com
http://www.orionfibras.com/

Poliservice Locação de Geradores Chillers e Ar Condicionado

Avenida Fabor, 12 - Duque de Caxias - RJ - CEP: 25225-030
Telefone fixo: (21) 2586-6379
E-mail: contato@poliservice.com.br
http://www.poliservice.com.br/

Ainda que às vezes sejam utilizados para direcionar o ar diretamente em um espaço, os alimentadores de ar são normalmente ligados a dutos que levam o ar em todo o edifício. Esses dispositivos também são capazes de admitir o ar, ou seja, eles são capazes de sugá-lo e direcioná-lo para uma área distante do equipamento.

Esses dispositivos são usados em conjunto com fornos, bem como sistemas de ar condicionado e um conjunto de dutos, para fornecer tanto ar quente como ar frio. Quando usado em um sistema de ar condicionado split, é a unidade interior que circula o ar condicionado, no caso, o evaporador. Praticamente todos os edifícios necessitam de aquecimento ou de arrefecimento, tanto os aquecedores como os condicionadores de ar são amplamente utilizados e, portanto, são predominantes também. As fábricas, instalações industriais, edifícios comerciais, escritórios, laboratórios, edifícios residenciais, hospitais, escolas e outras instalações, todos necessitam e frequentemente possuem um sistema de ar condicionado, bem como para conveniência e nível de conforto. Em grandes edifícios, esses componentes localizados na área externa podem ser colocados no telhado. Para pequenos edifícios e residências, que são geralmente fechados.

Geralmente são usados para refrigeração ou aquecimento em grande escala. Sistemas industriais, ar condicionado central, sistemas de separação e outras modalidades utilizam o dispositivo para transportar o ar durante o resfriamento no local, portátil ou ar condicionado de janela, eles são direcionados diretamente para á área designada. Os dutos em sistemas de ar condicionado podem ou não ser utilizados em conjunto com um alimentador adicional, dependendo das necessidades da instalação e da colocação da unidade principal.

Os modelos de pequeno porte são chamados unidades terminais ou bobinas do ventilador. Elas consistem em uma serpentina de ar, filtro e um ventilador. Outra variação é uma unidade aérea que utiliza apenas o ar do ambiente externo.

Eles não promovem a recirculação do ar, e sim a utilização de 100% do ar do ambiente externo, ao contrário dos condicionadores de ar que removem o ar quente do interior para criar a sensação de um ambiente mais frio. Um produto químico com propriedade refrigerante é localizado no interior do condicionador de ar e realiza ciclos através das bobinas localizadas no interior da unidade que podem estar em ambientes fechados, ao ar livre ou dividida entre os dois. O produto químico é colocado sob pressão por um compressor no interior da unidade principal e é alterado de um gás relativamente frio em um gás quente. À medida que percorre as bobinas, o calor se dissipa e o gás se torna líquido. Este líquido é forçado através da pequena abertura da válvula de expansão que faz com que o líquido evapore em forma de um gás frio. O gás percorre novamente as bobinas, mas agora absorve o calor do ar produzindo um efeito refrescante quando o manipulador de ar circula o ar de volta para o espaço.