Anodização dura é uma variante da anodização. Produz resultados semelhantes às superfícies anodizadas padrão, mas com uma película anódina mais dura, mais grossa e mais densa e a coloração resulta aos tons escuros.

Empresas relacionadas a anodização dura

COMPRO SUCATA DE METAL DURO/AÇO HSS/M2/LIGAS ESPECIAIS.

Rua Alto do Bonfim, 407 Vla. Sanata Catarina - São Paulo - SP - CEP: 04382-070
Telefone fixo: (11) 5562-4387 - Celular: (81) 9942-2565 - Celular: (11) 7273-0281
E-mail: cassiotungm2@ymail.com

Anodont Comércio e Anodização de Alumínio Ltda.

Rua Campinas, 2366 - Ribeirão Preto - SP - CEP: 14075-070
Telefone fixo: (16) 3628-7018
E-mail: anodont@anodont.com.br
http://www.anodont.com.br/

É um processo realizado com o intuito de se criar um filme de óxido sobre certos metais por meio da imersão do material em um banho eletrolítico no qual o metal a ser anodizado é conectado a um pólo positivo de uma determinada fonte de eletricidade, transformando-se no anodo de uma cuba eletrolítica. Alguns materiais como alumínio, zircônio, nióbio, titânio, tântalo e tungstênio, possuem resultados característicos na formação da camada de óxido. Alguns outros metais também podem ser utilizados como anodo nos banhos eletrolíticos com o intuito de se obter tratamentos superficiais específicos. Diversas são as características de cada material a receber o tratamento, por exemplo, as ligas de alumínio possuem bastante silício em sua composição, o que possibilita maior fluidez e o bom preenchimento dos moldes, mas deixa a peça quase impossível de ser anodizada.

O método sulfúrico envolve um recipiente de ácido sulfúrico que irá conter um metal submerso, enquanto uma corrente elétrica é enviada através do recipiente. A combinação da imersão no ácido e a corrente elétrica é o que muda a característica do corpo do metal. A anodização dura realiza apenas o resfriamento do ácido à temperatura de congelamento da água e aumenta significativamente a corrente elétrica que atravessa o ácido. Este processo é geralmente utilizado com o alumínio. Este processo específico é mais facilmente utilizado para tratamentos em metais que são mais resistentes, o processo apresenta uma relação custo benefício muito vantajosa, na produção de materiais mais leves.

Diferentemente do processo regular, a técnica dura envolve um processo de eletrólise especial que cria uma espessa camada de óxido de alumínio, dentro e na superfície. Esse processo protege metais e ligas da deterioração.

Anodização dura permite que as características positivas de alumínio sejam utilizadas. Estes incluem a baixa densidade, condutividade térmica excepcional, resistência elétrica e boa maleabilidade.

O processo é muito utilizado por muitas indústrias de diversos ramos de atividade, em uma ampla gama de aplicações. A indústria automobilística utiliza com muita frequência este processo para criar peças internas de automóveis que deverão ser isolantes e resistentes ao calor. Os recipientes e cubas utilizadas por diversas unidades fabris de processamento de alimentos ou até mesmo padarias muitas vezes utilizam metais anodizados, devido à espessura e a resistência que o metal anodizado proporciona. O teflon, que é um elemento muito popular em panelas residenciais, também adere ao metal anodizado de forma satisfatória. Em ambientes hospitalares e clínicas médicas, a confecção de fixações para articulações, como pinos para próteses ou até mesmo as próprias articulações, utilizam o método, pois o sangue pode ser um elemento muito corrosivo no contato com as peças metálicas. Outra razão para este tipo de metal ser tão preferido é devido a sua aparência. O material alumínio quando sujeito ao processo se torna menos poroso, portanto, esteticamente, é um produto final mais suave e se apresenta de forma mais elegante, pois se torna mais agradável aos olhos. As cores não podem ser tão brilhantes e vibrantes, pois os tamanhos dos poros da superfície não propiciam aderência, neste caso os tons marrom escuro e preto são os mais comuns, embora os tons mais escuros de outras cores também possam ser utilizados.