Anodização preta é um processo através do qual a superfície de um metal anodizado é tingida de preto. Antes da fase de selagem, a superfície de um óxido de metal pode ser tingido. Isso é feito quando a aparência exterior do produto é significativa. Existem inúmeras cores da tintura para escolher, incluindo a preta.

Empresas relacionadas a anodização preta

Anodiminas Fachadas e Revestimentos Metalicos

Rodovia MG-5, 1700 - Belo Horizonte - MG - CEP: 31950-000
Telefone fixo: (31) 9155-9644
E-mail: [email protected]
http://www.anodiminas.com.br/

Anodont Comércio e Anodização de Alumínio Ltda.

Rua Campinas, 2366 - Ribeirão Preto - SP - CEP: 14075-070
Telefone fixo: (16) 3628-7018
E-mail: [email protected]
http://www.anodont.com.br/

Tecnalum Ind. Com Ltda

Avenida Cid Nelson Jordano, 662 - Taboão da Serra - SP - CEP: 06787-360
Telefone fixo: (11) 4137-0122
E-mail: [email protected]
http://www.tecnalum.ind.br/

Como as tinturas pretas são feitas por meios inorgânicos, os corantes utilizados tendem a ser mais resistentes à luz. A ocorrência de resistência à luz significa que as cores tendem a desaparecer.

Uma vez que o metal foi tingido, a água quente ou vapor, muitas vezes misturados com acetato de níquel, são usado para selar a superfície e para converter o óxido em sua forma hidratada. Este processo diminui o potencial de desbotamento e pode melhorar a resistência à corrosão.

Para entender como um metal pode ser pintado de preto, o processo básico deve ser entendido. A anodização envolve a utilização de um produto químico corrosivo e corrente elétrica para alterar a composição química de certos metais e torná-los mais fortes e resistentes no processo. Existem muitos tipos de ácidos para o processo, incluindo o ácido sulfúrico e o crômico, no entanto, alguns ácidos orgânicos, como ácido bórico são utilizados na técnica personalizada, pois podem oferecer mais controle em ambientes menores. Os metais comumente anodizados são o alumínio, titânio, magnésio e o zinco, outros metais também são anodizados, porém com menor frequência. As novas características de um metal anodizado são o aumento da força e resistência à corrosão, um protetor mais grosso e mais suave, e em seguida, o chapeamento com pintura regular. No entanto, o processo faz com que o metal se torne mais frágil, com temperaturas extremas, o que pode causar danos. Dependendo do estilo e do tipo de metal, não ocorre este problema. Como o corante preto basicamente é feito de uma substância inorgânica, uma mistura química chamada oxalato de amônio férrico, os corantes utilizados tendem a ser mais resistentes à luz. O mesmo produto químico é utilizado para produzir outros corantes como o dourado e cores que tendem a não desaparecer tão rapidamente. Isto é uma verdade para qualquer corante inorgânico utilizado durante o processo.

É produzida da mesma forma básica que todas as cores em um processo comum, embora haja alguns métodos alternativos também. A maioria dos processos, como o de ácido sulfúrico, tornam a superfície de um metal mais porosa e, portanto, capaz de absorver e reter a cor dos corantes. Então, logo após o deslocamento químico na estrutura do metal, um corante pode ser aplicado. Uma vez que um metal é tingido, água quente ou vapor é utilizada, muitas vezes misturada com acetato de níquel, cuja mistura é utilizada para selar a superfície e para converter o óxido em sua forma hidratada. Este processo diminui o potencial de corrimento e pode melhorar a resistência à corrosão.

Um produto anodizado preto também pode ser feita por meio de corantes metálicos, que são eletroliticamente depositados nos poros. Os corantes orgânicos são realmente utilizados durante a imersão química de um produto. Muitos produtos eletrônicos hoje utilizam a técnica para tingir os metais, como por exemplo os mp3 players, lanternas e câmeras, entre outros ramos, tornando este processo muito popular na indústria.