Os aquecedores de imersão são modelos elétricos usados quando é necessário mergulhar um aquecedor na substância a ser aquecida, como água, óleo, ar e outros gases, além de produtos químicos, ácidos suaves e soluções de sal. São a solução mais adequada para as situações em que a transferência rápida e eficiente de calor são necessárias, utilizados pelo processo de aquecimento em indústrias e para uma ampla gama de aplicações.

Empresas relacionadas a aquecedores de imersão

Maxtronick - Manutenção Eletrônica Industrial

Praça Marcelino Machado, 96 102 - São Paulo - SP - CEP: 02134-030
Telefone fixo: (11) 2984-1949
E-mail: [email protected]
http://www.maxtronick.com.br/

Technoheat - Aquecimento Elétrico Industrial

Avenida Benedito de Lima, 346 - São Paulo - SP - CEP: 05376-020
Telefone fixo: (11) 3714-6644
E-mail: [email protected]
http://www.technoheat.com.br/

Um tipo comum de aquecedor de imersão é o aquecedor de imersão tipo bujão, utilizado no interior dos tanques. O tubo de aquecimento do aquecedor é inserido em uma abertura de rosca na lateral do tanque próximo ao fundo, e depois protetores de bronze, aço ou aço inoxidável são colocados no lugar dos tubos de aquecedores. As aplicações também incluem tanques de água quente para uso doméstico.

Outro modelo de aquecedor de imersão é o aquecedor de imersão flangeado. Nesse caso, o aquecedor tubular é soldado em uma flange redonda ou quadrada da tubulação de aço carbono. O aquecedor é, então, montado em um tanque de tubulação ou vaso de pressão. Ambos os tipos são extremamente eficientes e econômicos, porque toda a sua energia é gerada a partir do conteúdo que precisa ser aquecido.

Todos os aquecedores de imersão consistem de duas partes principais, os elementos de aquecimento tubulares, que estão imersos no fluido líquido ou gasoso para aquecê-los e os terminais elétricos, que permanecem fora do líquido ou gás. A unidade elétrica se estende desde o parafuso de encaixe ou a extremidade da flange do aquecedor e é protegida por um invólucro NEMA. O NEMA 1 serve para aplicações de uso geral,o NEMA 4 é resistente à umidade; e o NEMA 7 é resistente à explosão em locais perigosos.

Dependendo do nível de corrosão, os elementos de aquecimento deverão receber vários materiais de revestimento diferentes estão disponíveis para a cobertura e proteção. Alguns materiais comuns usados para esse fim incluem titânio, aço, aço inoxidável e cobre, cada um com suas próprias aplicações ideais. O cobre é utilizado para a água potável; o aço é bom para óleos hidráulicos, o aço inoxidável é perfeito para ácidos suaves e o Incoloy é ótimo para soluções alcalinas e de alta temperatura.

É válido lembrar que esses aparelhos vêm em uma variedade de formas, tamanhos e configurações. Algumas considerações são importantes na escolha de um aquecedor de imersão, tais como os melhores plug-parafusos, ou o tamanho da flange para a aplicação, o espaço de tempo disponível para os elementos de aquecimento, o terminal elétrico necessário e a bainha adequada para a solução a ser aquecida. Além disso, tenha em mente que eles devem ser limpos periodicamente, a fim de garantir o melhor desempenho, assim como a manutenção desses equipamentos deve estar em dia.