A versatilidade dos aquecedores de processo reflete sua capacidade de processar fluxos de calor gases, líquidos ou materiais sólidos. Nas indústrias de processamento, médicas, automotivas e de alimentos, são bastante aproveitados e estas são apenas algumas das muitas indústrias em que desempenham um papel importante.

Empresas relacionadas a aquecedores de processo

Maxtronick - Manutenção Eletrônica Industrial

Praça Marcelino Machado, 96 102 - São Paulo - SP - CEP: 02134-030
Telefone fixo: (11) 2984-1949
E-mail: marketing@maxtronick.com.br
http://www.maxtronick.com.br/

Technoheat - Aquecimento Elétrico Industrial

Avenida Benedito de Lima, 346 - São Paulo - SP - CEP: 05376-020
Telefone fixo: (11) 3714-6644
E-mail: comercial@technoheat.com.br
http://www.technoheat.com.br/

Como os materiais industriais podem ser extremamente sensíveis ao calor, e inclusive alguns podem ser danificados ou tornarem-se voláteis quando superaquecidos, os termostatos são uma característica comum desses equipamentos. Os termostatos de precisão infinita ou de controle variável, muitas vezes, oferecem leituras de temperatura do material. Opções de transferência de calor por convecção permitem temperaturas mais baixas para o tubo ou para a canalização que entra em contato direto com os materiais altamente sensíveis.

Como mencionado anteriormente, não são um tipo específico, mas sim uma categoria ampla de aquecedores. Embora todos os modelos elétricos usem dutos, tubos revestidos, bobinas ou fornos como elementos de transferência de calor a uma substância, as aplicações mudam muito. Os de banda, de cartucho, de fitas, flexíveis, de imersão, de circulação, flangeados, infravermelho, de tambor, entre outros, podem ser usados para aquecer ou pré-aquecer os materiais de diversos tipos. Mas é muito importante selecionar o mecanismo adequado para este trabalho. Algumas considerações incluem o tamanho, a temperatura máxima de operação, tensão AC, a densidade de watts, bem como a composição do material a ser aquecido. Frequentemente composto de aço inoxidável, cerâmica, alumínio, titânio, borracha de silicone e mica, o aquecedor oferece resistência à corrosão, é à prova de intempéries e resiste bem ao desgaste para garantir a longevidade do produto, mesmo quando se lida com produtos químicos altamente corrosivos. As construções variáveis atendem às necessidades específicas de uma indústria, a fim de reduzir custos e melhorar a produtividade e eficiência.