Aquecedores de tambor são usados para aquecer, derreter e liquefazer materiais grossos a fim de reduzir a viscosidade das substâncias e torná-las mais fluidas. Estes equipamentos oferecem o aquecimento uniforme especial para evitar de chamuscar os materiais contidos neles, como o alcatrão, cera, graxa, verniz, resina, galantine e até chocolate.

Empresas relacionadas a aquecedores de tambor

Maxtronick - Manutenção Eletrônica Industrial

Praça Marcelino Machado, 96 102 - São Paulo - SP - CEP: 02134-030
Telefone fixo: (11) 2984-1949
E-mail: [email protected]
http://www.maxtronick.com.br/

Technoheat - Aquecimento Elétrico Industrial

Avenida Benedito de Lima, 346 - São Paulo - SP - CEP: 05376-020
Telefone fixo: (11) 3714-6644
E-mail: [email protected]
http://www.technoheat.com.br/

Tambores cheios com estas substâncias, muitas vezes, vêm em tamanhos padrão, incluindo tambores de capacidades de cinco litros de 15 litros, 30 litros, 55 litros, contentores a granel de 350 litros e intermediários. Também conhecidos como de banda ou de tambor, os modelos operam em uma ampla variedade de maneiras para atender às necessidades de qualquer aplicação. Como o tamanho e a capacidade do aquecedor variam muito, alguns podem ser feitos de até 32 cilindros de uma só vez. Apesar de os tambores menores e seus aquecedores correspondentes às vezes serem encontrados em ambientes domésticos, estes produtos são mais frequentemente utilizados em ambientes industriais e comerciais. Não importa a finalidade de uso, as leituras de temperatura precisas são sempre essenciais na garantia do desempenho do aparelho. Por esta razão, muitos vêm equipados com termostatos de precisão infinita ou variáveis de controle. Muitas vezes, estes aparelhos externos pode indicar a temperatura do líquido viscoso dentro do tambor, bem como a temperatura da bainha exterior, tornando-os essenciais para a utilização segura.

Como o uso e tamanho variam muito, existem muitos tipos diferentes. Alguns desses modelos abrangem os de gabinete, de inserção, de base e de rolamentos. Essas são todas as variações comuns do aquecedor elétrico de tambor. Os de gabinete são os mais freqüentemente utilizados por contarem com grande capacidade de funcionamento. Os de inserção contêm uma abertura para aquecer os fluidos diretamente. Os materiais comuns usados na construção de qualquer destes incluem alumínio, latão, cobre, fluoropolímero, folha de alta temperatura, ferro, ligas de níquel, polymide, borracha, silicone, aço e aço inoxidável. Estes materiais são duráveis, resistentes a produtos químicos e até pode receber tratamentos para se tornarem à prova de explosões, como medida de segurança adicional. Mica, cerâmica ou fibra de vidro são elementos frequentemente aplicados a estes materiais para melhorar a eficiência e minimizar os custos operacionais. Outras considerações importantes no bom funcionamento incluem a temperatura máxima, o nível de tensão de corrente alternada, a densidade de watts, largura, diâmetro e espessura da banda.