As bobinas de alta tensão utilizam uma tensão maior do que é geralmente aceita como segura. A alta tensão é causa de preocupações específicas de segurança devido à possibilidade de produzir faíscas no ar e o perigo de choque elétrico para quem estiver em contato direto com a bobina ou nas proximidades.

Empresas relacionadas a bobinas de alta tensão

Jarzynski Elétrica LTDA

Avenida dos Estados, 2215 - Porto Alegre - RS - CEP: 90200-001
Telefone fixo: (51) 3026-7000
E-mail: [email protected]
http://www.jarzynski.com.br/

KFF Automação

Rua Júlia Santos Paiva Rio, 120 - São Paulo - SP - CEP: 04679-000
Telefone fixo: (11) 3862-0988
E-mail: [email protected]
http://www.kffautomacao.com/

Outra forma em que uma alta tensão é determinada é se existem requisitos específicos para o isolamento de tensão. A organização mundial conhecida como International Electrotechnical Commission (Comissão Internacional de Eletrotécnica), bem como os seus homólogos nacionais, classificam uma alta tensão como sendo 1000 V (volts) para um circuito alternada (CA) e 1500 V para corrente contínua (CC) do circuito. Apesar de serem mantidos conforme rigorosos padrões, os modelos são utilizados em um amplo espectro de indústrias, incluindo: indústrias médicas, para dispositivos como tubos de raios catódicos que geram raios-X para aplicações em imagens médicas; geração de energia, para aplicações que envolvam distribuição de energia elétrica, setor automotivo, como modelos de bobinas de ignição em veículos em geral, carros, caminhões, vans e veículos utilitários desportivos (SUVs) e produção industrial, para geração de energia para os armazéns, bem como equipamentos e para a medição e aplicação de teste com tubos fotomultiplicadores.

Existem dois tipos principais: as de ignição e as de Tesla. Muito mais comum para aplicações industriais, as de ignição servem para acender as velas de ignição por meio de transformação de fluxo de corrente da bateria do veículo (normalmente de 12 V ou 6 V) para a tensão alta (V 20.000-30.000), que é exigida pelas velas de ignição. É composta de um núcleo, com um fio primário e um fio secundário. O fio principal é geralmente formado por um calibre pesado de cobre, isolado em materiais de proteção e contém aproximadamente 100 a 150 voltas. Por outro lado, a secundária geralmente é formada por um calibre fino de cobre, que também deve ser isolado e contém muitas mais voltas, geralmente variando de 15.000 a 30.000.

Mais comum para fins de entretenimento e educacional, uma bobina de Tesla, por outro lado, existe desde 1891 e é um tipo de circuito ressonante do transformador. Pode ser usada para produzir não apenas uma alta tensão de energia elétrica, mas também uma frequência bastante alta de corrente elétrica. Utilizando o fluxo de corrente alternada, são frequentemente utilizadas para a produção de longas centelhas de eletricidade. Esses dispositivos também são utilizados em transformadores de alta tensão, a fim de lidar com quantidades elevadas de energia elétrica, por exemplo, na faixa de 600 a 5.000 V.