Empresas relacionadas a bombas com auto-escorvamento

Informe Comercial

Rua Apóstolo Paulo, 97 Núcleo Pimentel - Ponta Grossa - PR - CEP: 84032-572
Telefone fixo: (42) 3225-7644 - Celular: (41) 8508-0027
E-mail: [email protected]

Top Bombas - Solução em Bombeamentos

Avenida Winston Churchill, 2370 sala 107 - Curitiba - PR - CEP: 81150-050
Celular: (41) 9151-3245
E-mail: [email protected]
http://topbombas.com.br/

FLuid Systems Soluções Eficientes em Bombeamento

Avenida Ceará, 1938 - Porto Alegre - RS - CEP: 90240-512
Telefone fixo: (51) 3013-2888
E-mail: [email protected]
http://www.fsbombas.com.br/

As bombas com auto-escorvamento evitam são construídas em alumínio, ferro fundido, aço inoxidável ou plástico. Esses modelos são parecidos com muitas outras, tais como as de fluxo axial ou de eixo vertical, mas a diferença está no design. As centrífugas são compostas de um rotor, uma voluta e um motor. Um uso comum é o bombeamento de água de um poço subterrâneo em um sistema de encanamento ou tanque de armazenamento. São utilizadas para o transporte e drenagem de água, bem como nas águas residuais e estações de tratamento de esgoto. Algumas são pesadas e usadas em aplicações comerciais e industriais para mover produtos químicos e líquidos corrosivos; o uso mais comum, porém, é com água. Já as de auto-escorvamento eliminam a necessidade de bombas adicionais, aspiradores e válvulas, que podem tornar o sistema mais complexo ou são inviáveis de usar por causa da localização. Como resultado, servem para operações de grande profundidade ou localizações remotas.

O design simples permite muitas variações em concepção e utilização. O motor gira a hélice que é montada sobre um eixo dentro de uma voluta. Conforme o líquido (geralmente água) é sugado para dentro, é transmitido com a energia cinética. Então, a voluta diminui sua velocidade, mas aumenta a pressão que direciona o líquido para fora. As de fluxo axial usam uma hélice, enquanto as de jato possuem um tubo de Venturi para pressões ainda maiores, a técnica em geral, no entanto, é a mesma. A fim de manter uma pequena quantidade de água e se tornarem auto-escorvantes, podem ter volutas e compartimentos construídos em reservatórios que são preenchidos. Esta água é reciclada através do sistema durante a fase de escorvamento. Bombas submersíveis são tipicamente auto-escorvantes, porque são instaladas na fonte de água e não têm dificuldade em obter esta água.