As bombas de vácuo de pequeno porte são usadas para gerar sucção para uso em procedimentos cirúrgicos e odontológicos e esses modelos portáteis podem ser encontrados em ambulâncias ou entre os suprimentos de emergência de áreas de alto risco, como piscinas e casas de repouso.

Empresas relacionadas a bombas de vácuo de pequeno porte

Manômetro Digital | PRESSGAGE

Rua Pirajá, 549 - São Paulo - SP - CEP: 03190-170
Telefone fixo: (11) 3804-8634
E-mail: pressgage@pressgage.com.br
http://www.pressgage.com.br/

Informe Comercial

Rua Apóstolo Paulo, 97 Núcleo Pimentel - Ponta Grossa - PR - CEP: 84032-572
Telefone fixo: (42) 3225-7644 - Celular: (41) 8508-0027
E-mail: duplapressao@pop.com.br

Laboratório 2000 LTDA

Rua Arsênio Calaça, 629 - Recife - PE - CEP: 50761-060
Telefone fixo: (81) 3091-7080 - Telefone fixo: (81) 3088-4705
E-mail: vendaslab2000@hotmail.com

MANUTENÇÃO DE BOMBAS E SISTEMAS DE VÁCUO

Rua Mário Maia, 134 - São Paulo - SP - CEP: 05761-330
Celular: (11) 7057-2588
E-mail: tactronic@ig.com.br

SIHI do Brasil

Avenida Doutor Carlos de Campos, 1167 - Campinas - SP - CEP: 13035-610
Telefone fixo: (19) 3772-2127
E-mail: info@sihi.com.br
http://sihi.com.br/index.html

Vacuolu Tecnologia Brasileira em Geração de Vácuo

Avenida São Paulo, 710 - São Bernardo do Campo - SP - CEP: 09892-330
Telefone fixo: (11) 4044-1619
E-mail: vacuolu@vacuolu.com.br
http://www.vacuolu.com.br/br/home

Os modelos pequenos podem ser alimentados por bateria. Os aspiradores de pequeno porte podem ser projetados para acomodar uma variedade de espaços e usos. Alguns deles são portáteis, e alguns são projetados de modo que possam caber em espaços apertados ou em lugares onde eles não vão interferir. Como todas as outras variedades, as bombas de vácuo pequenas são feitas de aço inoxidável ou alumínio por causa da durabilidade do material e resistência à contaminação. Esses tipos portáteis, muitas vezes, apresentam um plástico extra ou camada metálica exterior para melhorar sua aparência.

A eficácia não se correlaciona com o seu tamanho. Esses dispositivos podem ser configurados como de deslocamento positivo, de transferência e de aprisionamento. São bombas de diafragma, que usam o deslocamento positivo para criar um vácuo. As de transferência fazem com que as moléculas de gás coletadas sejam aceleradas em uma direção consistente através de colisões repetidas com uma superfície sólida ou jato de vapor. As de aprisionamento usam a condensação criada pelos processos rápidos de aquecimento e resfriamento a fim de comprimir e prender as moléculas de gás em um estado sólido. Podem ser de vácuo seco ou molhado, o que significa que podem funcionar sem o uso de qualquer líquido, ou podem usar óleo (ou outros líquidos) para lubrificação. As bombas de vácuo sem óleo são mais limpas, porque não há óleo contaminando. As de vácuo seco contam com a tolerância dimensional estreita interna para criar um vácuo em vez de um selo de fluido. Aquelas livres de óleo são utilizadas com frequência quando as condições de funcionamento devem ser cuidadosamente controladas.