A borracha de silicone é uma variedade sintética criada por mistura de silício com carbono, hidrogênio, oxigênio, e às vezes outros aditivos. Ela difere dos outros polímeros na medida em que não se tem uma cadeia de carbono, mas uma espinha dorsal de Si-O-Si. Além disso, embora seja um polímero de silicone, age como um elastômero, que pode ser muito flexível e elástico.

Empresas relacionadas a borracha de silicone

VEDAÇÕES HIDRÁULICAS E PNEUMÁTICAS

Avenida Afonso Monteiro da Cruz, 1080 - Diadema - SP - CEP: 09980-550
Telefone fixo: (11) 4044-4095 - Telefone fixo: (11) 4053-2810
E-mail: edilaine@polyseal.com.br
http://www.polyseal.com.br/

M.G.MANUTENCAO

Rua Bela Vista, 58 - Atibaia - SP - CEP: 12950-310
Telefone fixo: (11) 4412-9220 - Celular: (11) 7205-5396 - Celular: (11) 7597-2182
E-mail: mg.manutencao@bol.com.br

Maxbor Indústria e Comércio de Artefatos de Borracha Ltda.

Rua Doutor Edgard Magalhães Noronha, 619 - São Paulo - SP - CEP: 03480-000
Telefone fixo: (11) 2721-2526
E-mail: vendas@maxbor.com.br
http://www.maxbor.com.br/

As borrachas de silicone podem ser projetadas em muitas classes diferentes. Estas notas se distinguem umas das outras em termos de suas respectivas qualidades de resistência de vapor, condutividade elétrica, resistência à chama, detecção de metais, resistência química e outras propriedades físicas. A maioria das variedades possui partes em comum, bem como qualidades de ocorrência natural de alta isolação elétrica, resistência a temperaturas extremas, inércia química e resistência em ambientes agressivos.

Pode ser moldada em uma lista interminável de produtos indispensáveis, que são utilizados em toda a indústria de fabricação de aparelhos médicos, juntas, instrumentos de laboratório, tubos de aquecimento automotivo, anéis de vedação de eixo, selos de porta, além de tantas outras peças que podem ser feitas desse material. A indústria aeroespacial, a indústria médica, automotiva, de construção civil, de eletrônicos, fabricação de eletrodomésticos, arquitetura, petroquímica e farmacêutica, enfim todos fazem uso de produtos de silicone.

Ela pode ser adaptada usando cinco diferentes processos de moldagem: molde fundido, moldagem por injeção, moldagem por compressão, moldagem por transferência e moldagem de mergulho. O processo de moldagem envolve derramar a borracha na forma líquida em um molde aberto, que é uma cavidade em que o material solidifica e toma forma. O processo de moldagem por injeção inclui uma coleção de silicone-prima, que é fundida em um canal de comprimento por atrito, causado por um parafuso, de grande viragem. Uma vez derretida, é injetada em uma cavidade do molde que dá a sua forma, após isso, o processo faz com que ela esfrie e endureça.

Na moldagem por compressão, ela é preaquecida e espremido em uma cavidade de um molde aquecido. A pressão é aplicada para forçar a manter contato com toda a superfície do molde, que cria um produto acabado e precisamente moldado. O processo de moldagem de transferência envolve um dispositivo de pistão na construção de um molde. Em primeiro lugar, a borracha de silicone é injetada na cavidade do molde através de pequenos orifícios, depois que um pedaço não curado é colocado em uma câmara. O molde é fechado e a pressão hidráulica é usada para forçar a borracha através de um furo pequeno na cavidade. O molde é mantido fechado enquanto ela sofre o processo de cura. Por último, no mergulho, a moldagem é mantida em estado líquido, enquanto o alumínio aquecido é preparado em moldes de aço, que são mergulhados na borracha líquida a partir de uma cremalheira saliente.