Cantoneiras de alumínio são peças de alumínio que foram dobradas ou unidas, formando um ângulo, elas estão entre as peças de metal existentes mais amplamente utilizadas. A medida de um ângulo de alumínio pode ser qualquer uma entre 0 e 180 graus na teoria, mas na prática a maioria dos ângulos de alumínio são por perto de 90 graus.

Empresas relacionadas a cantoneiras de alumínio

REGENERAÇAO DE OLEOS HIDRAULICOS

Rua Capitão Danilo Paladini, 352 - Petrópolis - RJ - CEP: 25645-111
Telefone fixo: (22) 2580-4241
E-mail: [email protected]

COMPRO SUCATA DE METAL DURO/AÇO HSS/M2/LIGAS ESPECIAIS.

Rua Alto do Bonfim, 407 Vla. Sanata Catarina - São Paulo - SP - CEP: 04382-070
Telefone fixo: (11) 5562-4387 - Celular: (81) 9942-2565 - Celular: (11) 7273-0281
E-mail: [email protected]

Shockmetais

Rua Fausto, 48 - São Paulo - SP - CEP: 04285-080
Telefone fixo: (11) 2065-1611
E-mail: [email protected]
http://www.shockmetais.com.br/

Podem ser usadas como suportes em construção, para apoiar estantes e até mesmo serem utilizadas para apoiar as bandeiras quando suas bordas são arredondadas. Elas podem ser usadas como bordas de recipientes de armazenamento pesados, e podem ser encontradas como parte integrante de todos os tipos de equipamentos e máquinas; serras de mesa, mesas, bancadas, portas, carrinhos e arquibancadas, todos podem fazer uso desse item. Embora as aplicações possam variar amplamente, sua construção sempre apresenta as propriedades do mesmo núcleo. Dois suportes, tiras, varas, ou segmentos das peças de alumínio se encontram em uma vértice. Há muitas maneiras de se unir duas peças de alumínio. Elas podem ser soldadas, podem ser parafusadas ou podem ser conectadas com outros tipos de fixadores. As cantoneiras de alumínio também podem ser feitas de uma única peça de alumínio que foi dobrada durante um processo industrial. Um desses processos é a prensagem.

A prensagem é um processo pelo qual uma tira de algum material é formado. O processo de prensagem ocorre em uma perfiladeira, que é uma máquina, comprida e estreita, que possui uma longa série de rolos ligeiramente separados um do outro e um mecanismo de corte para separar os produtos acabados entre si. As perfileiras funcionam recebendo uma tira de metal através de sua entrada e passando por meio dos roletes. Os primeiros rolos da série se encaixam bem em todo o contorno da tira. Os segundos rolos variam um pouco em seu posicionamento, mudando a forma da tira um pouco. Cada rolo posterior da série varia um pouco na sua colocação, fazendo pequenas mudanças no formato da tira de metal até o final da série, momento em que a tira tenha tomado a sua forma. No caso dos ângulos de alumínio, por exemplo, uma perfiladeira pode começar com quatro cilindros, dois acima e dois abaixo da faixa de metal. Até o final da série de rolos, dois rolos devem permanecer próximos e parados enquanto os outros dois de movem a faixa forçando ela a ser dobrada para cima, formando o ângulo.