A coextrusão torna possível a combinação de diferentes materiais em um único produto, as diferentes camadas de materiais adicionam combinações de materiais com características que são impossíveis de atingir através de um único material. No entanto, existem algumas desvantagens, tais como a acúmulo de sucata, devido à incompatibilidade de materiais plásticos, a necessidade de um operador treinado e com experiência em extrusoras no desenvolvimento de novos produtos.

Empresas relacionadas a coextrusão

REGENERAÇAO DE OLEOS HIDRAULICOS

Rua Capitão Danilo Paladini, 352 - Petrópolis - RJ - CEP: 25645-111
Telefone fixo: (22) 2580-4241
E-mail: vrlubrificantes@hotmail.com

Braska | Locação de Geradores de Energia

Rua Alfredo Achcar, 970 - Valinhos - SP - CEP: 13270-020
Telefone fixo: (19) 3881-2149
E-mail: contato@braska.com.br
http://www.braska.com.br/

A técnica é utilizada em um amplo espectro de indústrias. Na produção industrial, a extrusão é usada para a criação de filmes, laminações e várias aplicações de revestimento, bem como para recipientes de plástico em aplicações de manuseio de materiais. Na indústria de alimentos e bebidas, as extrusões de plástico são usadas para aplicações em embalagens, tais como armazenagem e transporte e na lacração de produtos, na confecção de tampas. Na construção civil, os componentes de plástico extrudado podem ser instalados em janelas, portas de garagem entre outros locais. Em processos químicos, os plásticos extrudados podem ser utilizados como recipientes para materiais sensíveis em pedidos de tratamento e diversas outras etapas do processo. Na indústria eletroeletrônica, na produção de cabos elétricos, para unir o condutor ao isolante e seus semicondutores e outras camadas que o cabo elétrico necessitar. Os materiais que são utilizados frequentemente em coextrusão incluem o cloreto de polivinila (PVC), polietileno (PE), polipropileno (PP) e acrilonitrila-butadieno-estireno (ABS).

O procedimento padrão é bastante semelhante ao processo padrão de extrusão de plástico. Para começar, os grânulos de cada matéria-prima plástica, também conhecida como pelotas de plástico, são gravitacionalmente alimentados em sua própria extrusora através de orifícios com a ajuda de funis. Depois que eles são alimentados em suas respectivas extrusoras separadamente, os materiais são aquecidos e espremidos através de um único duto, formando o produto combinado no final da linha de produção. No geral, a coextrusão é utilizada com o propósito de dois tipos de aplicações, são elas as barreiras e não barreiras. Para aplicações de barreira, uma camada que irá fornecer as características tais como propriedades de selagem, coloração, opacidade, deve ser incorporada no processo. Para as aplicações de não barreira, o conversor é capaz de maximizar as propriedades físicas dos materiais, sem se concentrar na barreira exigida nas propriedades.

O processo é possível utilizando muitos processos diferentes de fabricação de plástico, incluindo o revestimento por extrusão, extrusão de filmes livres e moldagem por sopro. Em revestimento de extrusão, é usado um material para criar uma camada adicional sobre uma peça, ela permite múltiplas camadas de material revestido em vez de uma única camada de revestimento. Na extrusão de filme livre, os materiais plásticos são extrudados em papel para imbuir-lo com características benéficas. A coextrusão é frequentemente utilizada para este processo para fornecer características específicas, tais como proteção ultravioleta, que são necessárias para a aplicação pretendida.