Como o processo de conformação a frio não joga qualquer material fora para formar uma nova peça, há uma quantidade mínima de resíduo resultante. Isso diminui os custos de matérias-primas, pois elas são capazes de serem usadas de forma mais eficiente. O método pode ser usado com muitos metais incluindo latão, cobre, bronze, alumínio, ligas de níquel, aço e aço inoxidável, bem como outros metais preciosos.

Empresas relacionadas a conformação a frio

COMPRO SUCATA DE METAL DURO/AÇO HSS/M2/LIGAS ESPECIAIS.

Rua Alto do Bonfim, 407 Vla. Sanata Catarina - São Paulo - SP - CEP: 04382-070
Telefone fixo: (11) 5562-4387 - Celular: (81) 9942-2565 - Celular: (11) 7273-0281
E-mail: [email protected]

Himafe Indústria e Comércio de Máquinas e Ferramentas Ltda

Rua Ferreira Viana, 761 - São Paulo - SP - CEP: 04761-010
Telefone fixo: (11) 5686-3133
E-mail: [email protected]
http://www.himafe.com.br/

Os parafusos e os seus componentes foram produzidos pelo processo a frio por muitos anos. O maquinário utilizado normalmente consiste em uma prensa horizontal e um dado emocionante. A extrusão de impacto é usada para forçar a placa, folha, tira ou fio de metal em uma matriz onde sua forma é alterada. É frequentemente utilizada como uma alternativa aos processos de forjamento a quente ou fundição e estamparia.

Embora essa nem sempre seja a solução mais prática para a fabricação de peças complexas, existem inúmeras outras vantagens para se escolher os processos de fabricação para um trabalho. A redução da necessidade de usinagem, tanto primária quanto secundária, economiza tempo e resultados operacionais em alta velocidade de rotatividade. Há uma consistência às peças produzidas com a conformação a frio, bem como uma maior resistência em relação ao peso, melhorando assim as propriedades dos componentes mecânicos. A metodologia permite que uma única peça ou diversas peças simples, sejam produzidas com o mínimo de desperdício de material. Peças conformadas a frio, tais como fechos são mais comumente produzidos usando este processo, no entanto ele pode ser usado para produzir outros componentes, como velas de ignição ou eixos. O processo também é usado para fazer as cabeças em peças cilíndricas, como parafusos e fixadores que são usadas para prender dois componentes juntos. A laminação a frio é geralmente um processo de fabricação mais econômico do que a metalurgia tradicional, devido à grande economia em termos de matérias-primas, processos secundários de acabamento e não precisa utilizar grandes quantidades de energia térmica para que o processo ocorra. As peças formadas a frio atualmente são fabricadas por equipamentos automáticos que podem rapidamente produzir peças precisas e consistentes.