Os conversores de frequência são um tipo especial de transdutor que converte grandes quantidades de energia a partir de um padrão de distribuição. Eles são dispositivos eletrônicos ou eletromecânicos controlados que são capazes de converter corrente AC (corrente alternada) de uma certa frequência para outra frequência.

Empresas relacionadas a conversores de frequência

Jarzynski Elétrica LTDA

Avenida dos Estados, 2215 - Porto Alegre - RS - CEP: 90200-001
Telefone fixo: (51) 3026-7000
E-mail: fernanda@jarzynski.com.br
http://www.jarzynski.com.br/

BANCADA DE TRABALHO

Rua José Juarez Antunes, s/n - São Paulo - SP - CEP: 08372-220
Celular: (11) 7398-9322
E-mail: rrrepresentacoes2@hotmail.com

Maxtronick - Manutenção Eletrônica Industrial

Praça Marcelino Machado, 96 102 - São Paulo - SP - CEP: 02134-030
Telefone fixo: (11) 2984-1949
E-mail: marketing@maxtronick.com.br
http://www.maxtronick.com.br/

MCE Sistemas de Energia - Automação Industrial

Rua Romeu Zelanti, 177 - Guarulhos - SP - CEP: 07063-030
Telefone fixo: (11) 2451-5566
E-mail: microtecnica@mctecnica.com.br
http://www.mctecnica.com.br/

Esses dispositivos são compostos de um estágio retificador que é invertido para tornar-se corrente alternada e usados em geradores de motor, conversores rotativos, e também são, por vezes, eletrônicos de estado sólido. Esses aparelhos economizam energia, e às vezes conseguem alterar a voltagem da fonte de alimentação, embora esse seja mais um efeito colateral de uma modificação intencional. Os modelos são usados para controlar a velocidade e torque de motores de corrente alternada, bem como para controlar a velocidade das bombas e ventiladores. Eles são encontrados principalmente em aplicações industriais que utilizam um motor AC ou alguma fonte de alimentação, e raramente são aproveitados em aplicações comerciais ou residenciais. Eles têm capacidades que variam de poucos watts a milhares de megawatts, e sua frequência muda também. Existem dois principais tipos, cada um dos quais são utilizados para aplicações diferentes.

Muitas vezes, os conversores usam baterias para melhorar seu desempenho durante as interrupções de demanda de entrada de energia ou saídas curtas de energia. Eles vêm em vários tamanhos, como os portáteis. Estes transdutores especializados também são capazes de converter sinais periódicos em sinais equivalentes digitais ou analógicos, que são mostrados na tela da fonte de alimentação de monitoramento. Há muitos tipos diferentes, que diferem principalmente em características projetadas na sua produção, incluindo a tensão da rede. A conversão é feita diretamente ou através de um circuito intermediário. Os rotativos de potência são utilizados para o consumo de energia de entrada quando funciona um motor, produzindo a quantidade desejada de potência de saída. Podem ser acionados por correia, ou podem ser acoplados em eixos embutidos ou únicos. O outro tipo é chamado de unidade de estado sólido. Este modelo converte CA em CC, e em seguida, converte a energia DC para a tensão desejada. Eles são mais simples do que os de frequência rotativa, e têm poucas partes móveis, incluindo um ventilador. Eles são de baixa manutenção, fácil fabricação e são fáceis de consertar, se necessário. Eles usam inversores transistores bipolares como o estágio de saída e empregam um microcontrolador para gerar a frequência e a tensão, a fim de fornecer um regular nível de amortecimento e compensar a tensão em uma possível queda de energia.