A correia plana poderia incorporar grampos, laminação, perfurações, perfis ou paredes laterais. Estes equipamentos são utilizados ao longo de muitas indústrias. Elas têm sido utilizadas na indústria há muitas décadas, elas foram e continuam a ser amplamente utilizadas em máquinas agrícolas, tais como máquinas de debulhar, sopradores de silo, enfardadeiras, bombas e geradores.

Empresas relacionadas a correias planas

Feltec Comércio, Importação e eExportação de Correias Ltda.

Rua de Marquês Valença, 549 - São Paulo - SP - CEP: 03182-040
Telefone fixo: (11) 2748-0089 - Telefone fixo: (11) 2076-8398
E-mail: vendas@feltec.com.br
http://www.feltec.com.br/

Assistência Técnica Especializada em Maquinas de envase.

Rua Wadia Jafet Assad, 171 CJ 03 - São Bernardo do Campo - SP - CEP: 09850-090
Telefone fixo: (11) 4512-1749
E-mail: eng@valpack.ind.br
http://www.valpack.ind.br/

SOBROU MATERIAL DE CONSTRUÇÃO DA SUA OBRA OU DE SUA REFORMA?

Rua João Borges, 409 - Londrina - PR - CEP: 86063-290
Celular: (43) 9649-6262
E-mail: TROCATUDOCONSTRUCAO@HOTMAIL.COM
http://WWW.TROCATUDOCONSTRUCAO.COM.BR/

Maxbelt Correias Transportadoras Ltda.

Avenida Melvim Jones, 394 - Maringá - PR - CEP: 87070-030
Telefone fixo: (44) 3218-1656
E-mail: vendas@maxbelt.com.br
http://www.maxbelt.com.br/

Também são amplamente utilizadas em grande parte do maquinário que é empregado na exploração madeireira e na mineração.

Aparecem, ainda, no revestimento industrial, refrigeração, drenagem, secagem e aplicações de aquecimento. A largura é geralmente um fator de clara determinação na sua aplicação. As mais estreitas tendem a ser mais frequente como componentes em máquinas e as mais largas tendem a serem usadas com mais freqüência em sistemas de transporte, como a maioria delas, as mesmas podem ter costuras ou podem ser infinitas.

Podem ser compostas de diversos materiais. A composição, bem como forma e tamanho, são determinadas pela sua aplicação. Uma estreita faixa plana de borracha natural, por exemplo, é improvável que seja usada como um transportador em um processo de tratamento térmico. Primeiro, sua largura não se presta para carregar objetos de uma área para outra. Em segundo lugar, a borracha natural tende a ter uma baixa resistência a altas temperaturas, tornando-o um equipamento que não é o ideal em um ambiente onde possa estar sujeito a alta temperatura prolongada. A correia mais provável para tal cenário seria uma de maior largura, de borracha sintética resistente ao calor ou ao cinto de plástico. Cintos de metal também são por vezes utilizados para esses fins. Materiais como poliuretano (às vezes erroneamente referido como uretano), silicone, neoprene e outras variedades de borracha sintética podem ser utilizadas como matérias-primas. Outros possíveis materiais incluem o nylon, PVC e o teflon.