Um manômetro de gás ou medidor de pressão de gás é um instrumento destinado a medir e indicar a pressão de um gás. Os manômetros avaliam a pressão do combustível, de óleo, de água, de ar e do vácuo e indicam os resultados em uma tela ou em um seletor. Atualmente, além dos medidores analógicos, existem os medidores de gás digitais, mais modernos e precisos. Esses aparelhos indicam a pressão interna de sistemas inteiros ou individuais e são essenciais para aplicações onde a função exata de um sistema ou de um equipamento depende diretamente da pressão correta, conforme determinado por esses indicadores. Os medidores de pressão de gás são construídos em aço inoxidável, bronze, latão e alumínio. Os componentes internos são mantidos dentro de uma câmara de metal, com um visor de vidro reforçado. Alguns medidores requerem selos de borracha ou de plástico, ou, ainda, anéis de vedação. Os medidores de fluxo de gás ou manômetros possuem algum tipo de sensor e geralmente são combinados com outros instrumentos ou dispositivos, tais como válvulas, conexões ou outros acessórios. Esses indicadores de pressão também podem ser equipados com contatos elétricos para ligar luzes de sinalização, alarmes sonoros ou operar uma bomba ou válvula. Os medidores de pressão de gás variam em tamanho, estilo e material, dependendo da aplicação, eles são amplamente utilizados, principalmente por fábricas e empresas industriais, onde é importante detectar quaisquer alterações na pressão, a fim de controlar a taxa de fluxo de gases, tais como propano ou gás natural.

Existem dois tipos principais de indicadores: hidrostáticos e aneróides. Os medidores de pressão hidrostáticos utilizam líquidos para comparar a pressão exercida pela força da gravidade em um fluido em equilíbrio. Essas medidas são independentes do tipo de gás que está sendo medido. A maioria dos medidores de pressão de gás são aneróides, ou manômetros aneróides, utilizam uma membrana flexível de metal que pode ser retorcida de acordo com a pressão a ser exercida. Algumas bitolas aneróides são capazes de avaliar tanto a pressão do líquido quanto a do gás e não precisam empregar quaisquer tipos de líquido para realizar esta tarefa. Dentro desta categoria estão os tubos de Bourdon e medidores de diafragma, sendo que ambos usam foles. Um medidor de diafragma utiliza uma membrana selada entre duas regiões de variação da pressão. Mesmo a menor curva nas foles ou nas membranas é detectada pelo elemento sensor de pressão e é transmitida ao monitor.