As molas industriais são em molas em forma helicoidal, sendo fortes dispositivos mecânicos utilizados como componentes de máquinas, equipamentos e veículos. Apesar de pequenas molas serem usadas em dispositivos eletrônicos e médicos, os tipos industriais são muito maiores, embora as suas funções sejam essencialmente as mesmos das molas usadas em produtos comerciais.

Fios grossos de algum tipo de metal, sendo o aço o mais comum, são enrolados com a aplicação de calor para formar um componente com boas propriedades elásticas e de retorno. Quando a forma é alterada, ela exerce uma força que resiste e retorna para sua configuração original. As aplicações industriais requerem diferentes tipos. As molas de compressão atuam como um amortecedor com uma força descendente; as de extensão dão resistência às forças externas e são alongadas quando puxadas em cada extremidade; as molas de torção armazenam a energia mecânica e exerce o torque, e, finalmente, as planas não são feitas de fios enrolados, mas sim de tiras planas de metal que oferecem resistência ao choque, servindo utilizadas em aplicações simples. Elas são aproveitadas na indústria aeroespacial, ferroviária, na indústria de manufatura automotiva, de máquinas, de equipamentos indústria nuclear, de petróleo e gás offshore, de telecomunicações, entre outros setores. Esses dispositivos podem vir em muitos tamanhos diferentes, ou estão disponíveis em tamanhos personalizados.

Dependendo da aplicação, elas são fabricadas de algumas maneiras diferentes e de vários tipos de metal. O plástico é utilizado somente para aplicações de média resistência, e portanto, não são fortes o suficiente. A mola de aço, um tipo industrial de liga de aço, é projetada especificamente para operações que exigem maior residtência e durabilidade. Para aplicações especiais no processamento de alimentos e bebidas, nas indústrias farmacêuticas e médicas, as de aço inoxidáveis são utilizadas pela sua resistência à corrosão e pelas propriedades resistentes à alta temperatura. Outros metais incluem o cobre, níquel, titânio e tântalo. Este tipo pode lidar com cargas de súbito e pesado. As maiores, aquelas com mais de 6 polegadas de diâmetro, devem ser aquecidas e enroladas em torno de máquinas especiais.