A Usiminas adquiriu a totalidade das ações da Mineração J.Mendes, da Somisa e da Global Mineração, dedicadas à exploração de minério de ferro no quadrilátero ferrífero de Minas Gerais.

"O pagamento inicial foi de 925 milhões de dólares... Desembolsos complementares poderão ser realizados dependendo das sondagens a serem feitas nos próximos dois anos para confirmação da quantidade e qualidade das reservas", segundo fato relevante divulgado pela siderúrgica nesta sexta-feira.

"Essas aquisições estão alinhadas à estratégia de longo prazo, preservados o plano de expansão de suas usinas e sua plena capacidade de pagamento", acrescentou a empresa.

A siderúrgica --que tem como maior acionista individual o grupo japonês Nippon Steel-- havia comunicado em 11 de janeiro que estava em negociações exclusivas para comprar as mineradoras.

As ações da Usiminas avançaram 6,61 por cento nesta sexta-feira, para 87,95 reais. O índice Bovespa exibiu valorização de 2,67 por cento.

Na quinta-feira, a Usiminas publicou prospecto preliminar de distribuição pública de 2 bilhões de reais em debêntures.

"Os recursos obtidos pela companhia... serão utilizados de acordo com as necessidades à época de cada oferta, podendo ser destinados, por exemplo, para a realização de novos investimentos, ampliação da capacidade produtiva e capital de giro", segundo a Usiminas.

(Reportagem de Cesar Bianconi)

Autor(es): Reuters

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas