A BorgWarner Brasil, fabricante de turbos para motores e ventiladores, vem batendo constantes recordes de produção, graças ao investimento de US$ 3 milhões em novas máquinas para sua unidade fabril de Campinas. Com isto a capacidade produtiva da empresa foi aumentada em 50%.

O crescimento constante da demanda forçou o aumento da capacidade instalada - introduzindo-se, ao mesmo tempo, novas tecnologias de manufatura. Destaque para a nova linha de montagem semi-automatizada, inclusive com sensores que indicam a falta de componentes e interrompem a seqüência de montagem. Não se trata de uma linha robotizada, já que o operador abastece a mesma com as peças. Mas a montagem é automática, garantindo a montagem perfeita.

Com a nova linha, a BorgWarner está com a demanda normalizada. Foram contratados 50 novos funcionários, a maior parte para usinagem e montagem, já que a Divisão Turbos está operando em três turnos - nove deles deficientes auditivos.

O faturamento da empresa no Brasil tem crescido substancialmente. Em 1999, era de R$ 12 milhões. Em 2003, atingiu R$ 60 milhões. No ano passado registrou crescimento de 50%, atingindo R$ 90 milhões. A projeção para 2005 é de R$ 140 milhões.

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas